Neo-Modernismos: o artista-engenheiro no século XXI

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Os poetas não vêem diferença entre o acto de invenção que está na origem do fabrico de uma máquina, de uma equação matemática, de qualquer prática artística. Ou seja, a criatividade é idêntica nas humanidades e nas ciências, igualmente louvadas pela poesia.
Original languageUnknown
Pages (from-to)12
JournalModernista – Revista do Instituto de Estudos Sobre o Modernismo
Volume1
Issue number1
Publication statusPublished - 1 Jan 2011

Cite this