Naturalismo Moral

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingEntry for encyclopedia/dictionarypeer-review

10 Downloads (Pure)

Abstract

O Naturalismo Moral tem uma longa história filosófica. Esta corrente ganha notoriedade no debate iniciado pelos sofistas antigos sobre se a moralidade é convencional ou natural. Convencional significa que é inteiramente construída por pessoas – é o que fizermos dela – e natural significa que é um produto da natureza – um produto que nos obriga a determinadas condutas. Aqueles que defendem a segunda hipótese pertencem à tradição da lei natural e como tal podem ser vistos como naturalistas morais. Aristóteles é por norma considerado o pai desta tradição. Ele defendeu a existência de uma justiça natural e inúmeros filósofos seguiram-no até hoje. Segundo esta tradição, viver uma vida virtuosa significa viver de acordo com a natureza das coisas ou da natureza humana. E a moralidade – a noção de certo e errado – pode ser encontrada no mundo natural através do uso da razão.
Original languagePortuguese
Title of host publicationDicionário de Filosofia Moral e Política (2018), 2.ª série
EditorsAntónio Marques, André Santos Campos
Place of PublicationLisboa
PublisherIFILNOVA
Pages1-10
Number of pages10
DOIs
Publication statusPublished - 17 Oct 2022

Cite this