Nas encruzilhadas da Bioquímica em Portugal - a vida e obra de Ruy Eugénio de Carvalho Pinto (1924-)

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Ruy Eugénio de Carvalho Pinto é um dos poucos discípulos de Kurt Jacobsohn que deu continuidade ao programa de investigação por ele iniciado em 1929, no Instituto de Investigação Científica Bento da Rocha Cabral (IRC). Realizou o estágio de licenciatura sob sua orientação no Departamento de Química da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e adquiriu formação especializada nas Universidades de Sheffield e Oxford, em Inglaterra. Regressado definitivamente a Portugal, em 1970, empenhou-se na criação da licenciatura em Bioquímica na Faculdade de Ciências de Lisboa, na década de 80. Desde então, tem congregado em seu redor vários seguidores no âmbito da bioquímica experimental e teórica. Na tradição herdada de Ferreira de Mira, Ruy E. Pinto tem sido o mentor das tertúlias do Instituto Rocha Cabral (IRC), instituição que dirige desde 1996. Desde esta data, o IRC tem também acolhido vários grupos de investigação em História da Ciência, com os quais Ruy E. Pinto tem desenvolvido alguns projectos de investigação. Homenagear Ruy E. Pinto é homenagear um dos impulsionadores da bioquímica em Portugal, bem como todos aqueles que contribuíram para a consolidação e a afirmação desta disciplina científica, nascida na Alemanha, nas primeiras décadas do século passado.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)15-20
JournalBoletim da Sociedade de Química
Volume105
Publication statusPublished - 2007

Cite this