Narcisismos Luso-Alemães

Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

No início de um relatório sobre a política científica e diplomática norte-americana, elaborado para o Congresso em 2009, é possível ler: “Science and engineering activities have always been international.” (Stine, 2009: [2]). Um olhar histórico não pode, contudo, deixar de notar que nem sempre foi assim. Muito pelo contrário, desde há pelo menos cinco séculos que a História do mundo ocidental tem vindo a ser decisivamente marcada pelos Nacionalismos, num processo que não deixou evidentemente incólume a Ciência.
O ensaio reflecte historicamente sobre as relações entre a Ciência e o Nacionalismo no contexto específico das relações luso-alemãs durante o período nacional-socialista.
Original languagePortuguese
Title of host publicationInternacionalização da Ciência
Subtitle of host publicationInternacionalismo Científico
EditorsÂngela Salgueiro, Maria de Fátima Nunes, Maria Fernanda Rollo, Quintino Lopes
Place of PublicationCasal de Cambra
PublisherCaleidoscópio
Pages65-82
Number of pages17
ISBN (Print)978-989-658-275-3
Publication statusPublished - 2014

Cite this

Clara, F. (2014). Narcisismos Luso-Alemães: Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos. In Â. Salgueiro, M. D. F. Nunes, M. F. Rollo, & Q. Lopes (Eds.), Internacionalização da Ciência: Internacionalismo Científico (pp. 65-82). Casal de Cambra: Caleidoscópio.
Clara, Fernando. / Narcisismos Luso-Alemães : Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos. Internacionalização da Ciência: Internacionalismo Científico. editor / Ângela Salgueiro ; Maria de Fátima Nunes ; Maria Fernanda Rollo ; Quintino Lopes. Casal de Cambra : Caleidoscópio, 2014. pp. 65-82
@inbook{9cf60621c0a14c579d71e35858a668c5,
title = "Narcisismos Luso-Alem{\~a}es: Internacionalismo da Ci{\^e}ncia no tempo dos Nacionalismos",
abstract = "No in{\'i}cio de um relat{\'o}rio sobre a pol{\'i}tica cient{\'i}fica e diplom{\'a}tica norte-americana, elaborado para o Congresso em 2009, {\'e} poss{\'i}vel ler: “Science and engineering activities have always been international.” (Stine, 2009: [2]). Um olhar hist{\'o}rico n{\~a}o pode, contudo, deixar de notar que nem sempre foi assim. Muito pelo contr{\'a}rio, desde h{\'a} pelo menos cinco s{\'e}culos que a Hist{\'o}ria do mundo ocidental tem vindo a ser decisivamente marcada pelos Nacionalismos, num processo que n{\~a}o deixou evidentemente inc{\'o}lume a Ci{\^e}ncia.O ensaio reflecte historicamente sobre as rela{\cc}{\~o}es entre a Ci{\^e}ncia e o Nacionalismo no contexto espec{\'i}fico das rela{\cc}{\~o}es luso-alem{\~a}s durante o per{\'i}odo nacional-socialista.",
author = "Fernando Clara",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147232/PT# UID/ELT/00657/2013",
year = "2014",
language = "Portuguese",
isbn = "978-989-658-275-3",
pages = "65--82",
editor = "{\^A}ngela Salgueiro and Nunes, {Maria de F{\'a}tima} and Rollo, {Maria Fernanda} and Quintino Lopes",
booktitle = "Internacionaliza{\cc}{\~a}o da Ci{\^e}ncia",
publisher = "Caleidosc{\'o}pio",

}

Clara, F 2014, Narcisismos Luso-Alemães: Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos. in  Salgueiro, MDF Nunes, MF Rollo & Q Lopes (eds), Internacionalização da Ciência: Internacionalismo Científico. Caleidoscópio, Casal de Cambra, pp. 65-82.

Narcisismos Luso-Alemães : Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos. / Clara, Fernando.

Internacionalização da Ciência: Internacionalismo Científico. ed. / Ângela Salgueiro; Maria de Fátima Nunes; Maria Fernanda Rollo; Quintino Lopes. Casal de Cambra : Caleidoscópio, 2014. p. 65-82.

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

TY - CHAP

T1 - Narcisismos Luso-Alemães

T2 - Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos

AU - Clara, Fernando

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147232/PT# UID/ELT/00657/2013

PY - 2014

Y1 - 2014

N2 - No início de um relatório sobre a política científica e diplomática norte-americana, elaborado para o Congresso em 2009, é possível ler: “Science and engineering activities have always been international.” (Stine, 2009: [2]). Um olhar histórico não pode, contudo, deixar de notar que nem sempre foi assim. Muito pelo contrário, desde há pelo menos cinco séculos que a História do mundo ocidental tem vindo a ser decisivamente marcada pelos Nacionalismos, num processo que não deixou evidentemente incólume a Ciência.O ensaio reflecte historicamente sobre as relações entre a Ciência e o Nacionalismo no contexto específico das relações luso-alemãs durante o período nacional-socialista.

AB - No início de um relatório sobre a política científica e diplomática norte-americana, elaborado para o Congresso em 2009, é possível ler: “Science and engineering activities have always been international.” (Stine, 2009: [2]). Um olhar histórico não pode, contudo, deixar de notar que nem sempre foi assim. Muito pelo contrário, desde há pelo menos cinco séculos que a História do mundo ocidental tem vindo a ser decisivamente marcada pelos Nacionalismos, num processo que não deixou evidentemente incólume a Ciência.O ensaio reflecte historicamente sobre as relações entre a Ciência e o Nacionalismo no contexto específico das relações luso-alemãs durante o período nacional-socialista.

M3 - Chapter

SN - 978-989-658-275-3

SP - 65

EP - 82

BT - Internacionalização da Ciência

A2 - Salgueiro, Ângela

A2 - Nunes, Maria de Fátima

A2 - Rollo, Maria Fernanda

A2 - Lopes, Quintino

PB - Caleidoscópio

CY - Casal de Cambra

ER -

Clara F. Narcisismos Luso-Alemães: Internacionalismo da Ciência no tempo dos Nacionalismos. In Salgueiro Â, Nunes MDF, Rollo MF, Lopes Q, editors, Internacionalização da Ciência: Internacionalismo Científico. Casal de Cambra: Caleidoscópio. 2014. p. 65-82