Nação e império

Agostinho da Silva e as Festas do Espírito Santo

Research output: Contribution to journalArticle

3 Downloads (Pure)

Abstract

Agostinho da Silva é autor de uma obra diversificada e singular. Um dos aspectos mais conhecidos do seu pensamento relaciona-se com a interpretação profética que faz das festas do Espírito Santo com traço definidor da cultura portuguesa. Este artigo examina a “teoria do Espírito Santo” de Agostinho da Silva. Tenta mostrar que nela convergem temas como o medievalismo e o providencialismo, recorrentes nas reflexões das elites portuguesas sobre a identidade nacional. Mostra também como a sua “teoria do Espírito Santo” ecoa a primazia dada à cultura popular e ao império português no trabalho de tematização da identidade nacional. Por fim, relaciona a sua interpretação das festas com o peso que no imaginário nacional das elites têm os “mitos de eleição étnica” e o modo como, em muitos casos, estes se articulam com sentimentos de “ressentimento” nacional marcados pela crítica aos valores da modernidade..
Original languagePortuguese
Pages (from-to)75-111
Number of pages36
JournalPráticas da História
Issue number4
Publication statusPublished - 2017

Keywords

  • Identidade naciona
  • Festas do Espírito Santo
  • Cultura popular
  • Império

Cite this

@article{93129f9334e44291a5b1cd725f8b270f,
title = "Na{\cc}{\~a}o e imp{\'e}rio: Agostinho da Silva e as Festas do Esp{\'i}rito Santo",
abstract = "Agostinho da Silva {\'e} autor de uma obra diversificada e singular. Um dos aspectos mais conhecidos do seu pensamento relaciona-se com a interpreta{\cc}{\~a}o prof{\'e}tica que faz das festas do Esp{\'i}rito Santo com tra{\cc}o definidor da cultura portuguesa. Este artigo examina a “teoria do Esp{\'i}rito Santo” de Agostinho da Silva. Tenta mostrar que nela convergem temas como o medievalismo e o providencialismo, recorrentes nas reflex{\~o}es das elites portuguesas sobre a identidade nacional. Mostra tamb{\'e}m como a sua “teoria do Esp{\'i}rito Santo” ecoa a primazia dada {\`a} cultura popular e ao imp{\'e}rio portugu{\^e}s no trabalho de tematiza{\cc}{\~a}o da identidade nacional. Por fim, relaciona a sua interpreta{\cc}{\~a}o das festas com o peso que no imagin{\'a}rio nacional das elites t{\^e}m os “mitos de elei{\cc}{\~a}o {\'e}tnica” e o modo como, em muitos casos, estes se articulam com sentimentos de “ressentimento” nacional marcados pela cr{\'i}tica aos valores da modernidade..",
keywords = "Identidade naciona, Festas do Esp{\'i}rito Santo, Cultura popular, Imp{\'e}rio",
author = "Jo{\^a}o Leal",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/3599-PPCDT/100037/PT# info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147310/PT# PTDC/CS-ANT/100037/2008 UID/ANT/04038/2013",
year = "2017",
language = "Portuguese",
pages = "75--111",
journal = "Pr{\'a}ticas da Hist{\'o}ria",
issn = "2183-590X",
publisher = "Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ci{\^e}ncias Sociais e Humanas, Instituto de Hist{\'o}ria Contempor{\^a}nea",
number = "4",

}

Nação e império : Agostinho da Silva e as Festas do Espírito Santo. / Leal, Joâo.

In: Práticas da História, No. 4, 2017, p. 75-111.

Research output: Contribution to journalArticle

TY - JOUR

T1 - Nação e império

T2 - Agostinho da Silva e as Festas do Espírito Santo

AU - Leal, Joâo

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/3599-PPCDT/100037/PT# info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147310/PT# PTDC/CS-ANT/100037/2008 UID/ANT/04038/2013

PY - 2017

Y1 - 2017

N2 - Agostinho da Silva é autor de uma obra diversificada e singular. Um dos aspectos mais conhecidos do seu pensamento relaciona-se com a interpretação profética que faz das festas do Espírito Santo com traço definidor da cultura portuguesa. Este artigo examina a “teoria do Espírito Santo” de Agostinho da Silva. Tenta mostrar que nela convergem temas como o medievalismo e o providencialismo, recorrentes nas reflexões das elites portuguesas sobre a identidade nacional. Mostra também como a sua “teoria do Espírito Santo” ecoa a primazia dada à cultura popular e ao império português no trabalho de tematização da identidade nacional. Por fim, relaciona a sua interpretação das festas com o peso que no imaginário nacional das elites têm os “mitos de eleição étnica” e o modo como, em muitos casos, estes se articulam com sentimentos de “ressentimento” nacional marcados pela crítica aos valores da modernidade..

AB - Agostinho da Silva é autor de uma obra diversificada e singular. Um dos aspectos mais conhecidos do seu pensamento relaciona-se com a interpretação profética que faz das festas do Espírito Santo com traço definidor da cultura portuguesa. Este artigo examina a “teoria do Espírito Santo” de Agostinho da Silva. Tenta mostrar que nela convergem temas como o medievalismo e o providencialismo, recorrentes nas reflexões das elites portuguesas sobre a identidade nacional. Mostra também como a sua “teoria do Espírito Santo” ecoa a primazia dada à cultura popular e ao império português no trabalho de tematização da identidade nacional. Por fim, relaciona a sua interpretação das festas com o peso que no imaginário nacional das elites têm os “mitos de eleição étnica” e o modo como, em muitos casos, estes se articulam com sentimentos de “ressentimento” nacional marcados pela crítica aos valores da modernidade..

KW - Identidade naciona

KW - Festas do Espírito Santo

KW - Cultura popular

KW - Império

M3 - Article

SP - 75

EP - 111

JO - Práticas da História

JF - Práticas da História

SN - 2183-590X

IS - 4

ER -