Música e rádio na China Maoísta (1949-1976)

Translated title of the contribution: Music and radio in Maoist China (1949-1976)

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

Durante os vinte e sete anos de liderança de Mao Zedong, a rádio transformou-se num dos principais meios de veiculação da ideologia e políticas do Partido Comunista Chinês (PCC), dada a dimensão do território e o nível de alfabetização da população. A estrutura centralizada do sistema de rádio e os sistemas de transmissão adotados – monitorização e sistema recetor de transmissão -, aliados à prática da audição coletiva daí resultante, permitiram ao PCC um maior controlo e manipulação sobre a informação veiculada. A música e os programas musicais radiofónicos, produzidos segundo a máxima “servir o povo”, serviam como complementos aos programas informativos, permitindo, de forma mais ou menos consciente (através da estrutura dos próprios programas, das atividades dos grupos de audição ou da audição individual passiva) uma melhor assimilação daquilo que era veiculado.

This article is intended to be a starting point for further study on the relationship between music, radio, and propaganda in China under Mao Zedong. As an attempt to present the role of radio as an instrument of ideological dissemination and incitement to the participation of the masses in productive work and political life - reflected in the prevalence of collective listening over individual listening - the paper suggests music as a complement to news content, either through the content of musical programs or through its inclusion in collective listening activities.
Translated title of the contributionMusic and radio in Maoist China (1949-1976)
Original languagePortuguese
Article numbere68271
Pages (from-to)1-20
Number of pages20
JournalMusica Hodie
Volume22
DOIs
Publication statusPublished - 2022

Keywords

  • Radio
  • Collective Listening
  • Music Programs
  • Propaganda
  • Audição coletiva
  • Programas musicais

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Music and radio in Maoist China (1949-1976)'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this