Multiculturalidade, interculturalidade, direitos humanos e violência de género

breves notas para pensar o caso da mutilação genital feminina em Portugal e a sua abordagem

Nuno Medeiros, Teresa Denis

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

A situação de multiculturalidade é hoje uma realidade crescentemente vivida nas sociedades de acolhimento de imigrantes, onde emergem cidades que se constituem como lugares de passagem, de encontro ou mestiçagem cultural, mas também de contraste ou antagonismo social. A interculturalidade aparece como utensílio de favorecimento de vinculação à ideia de outro, promovendo, por um lado, a integração e a defesa do direito à diferença, e, por outro, evitando – ou mesmo denunciando – as estruturas de hegemonização sobre minorias. Mas esta diversidade cultural só pode ser protegida, promovida e aceite desde que não coloque em causa os direitos humanos nem provoque exclusões ou desigualdades. É neste campo, difícil e persistentemente aberto ao debate (e não raro promotor de polarizações), que nos propomos a apresentar um conjunto breve de apontamentos que contribua para pensar a mutilação genital feminina na sua indissolúvel condição de violência sobre a mulher, partindo do exemplo da realidade portuguesa actual.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)1-21
Number of pages21
JournalCadernos Pagu
Issue number55
DOIs
Publication statusPublished - 30 May 2019

Keywords

  • Mutilação Genital Feminina
  • Interculturalidade
  • Violência de Género
  • Direitos Humanos
  • Portugal

Cite this

@article{df7edb81c4d548a2834c605d57e02944,
title = "Multiculturalidade, interculturalidade, direitos humanos e viol{\^e}ncia de g{\'e}nero: breves notas para pensar o caso da mutila{\cc}{\~a}o genital feminina em Portugal e a sua abordagem",
abstract = "A situa{\cc}{\~a}o de multiculturalidade {\'e} hoje uma realidade crescentemente vivida nas sociedades de acolhimento de imigrantes, onde emergem cidades que se constituem como lugares de passagem, de encontro ou mesti{\cc}agem cultural, mas tamb{\'e}m de contraste ou antagonismo social. A interculturalidade aparece como utens{\'i}lio de favorecimento de vincula{\cc}{\~a}o {\`a} ideia de outro, promovendo, por um lado, a integra{\cc}{\~a}o e a defesa do direito {\`a} diferen{\cc}a, e, por outro, evitando – ou mesmo denunciando – as estruturas de hegemoniza{\cc}{\~a}o sobre minorias. Mas esta diversidade cultural s{\'o} pode ser protegida, promovida e aceite desde que n{\~a}o coloque em causa os direitos humanos nem provoque exclus{\~o}es ou desigualdades. {\'E} neste campo, dif{\'i}cil e persistentemente aberto ao debate (e n{\~a}o raro promotor de polariza{\cc}{\~o}es), que nos propomos a apresentar um conjunto breve de apontamentos que contribua para pensar a mutila{\cc}{\~a}o genital feminina na sua indissol{\'u}vel condi{\cc}{\~a}o de viol{\^e}ncia sobre a mulher, partindo do exemplo da realidade portuguesa actual.",
keywords = "Mutila{\cc}{\~a}o Genital Feminina, Interculturalidade, Viol{\^e}ncia de G{\'e}nero, Direitos Humanos, Portugal",
author = "Nuno Medeiros and Teresa Denis",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147250/PT# UID/HIS/04209/2019",
year = "2019",
month = "5",
day = "30",
doi = "10.1590/18094449201900550017",
language = "Portuguese",
pages = "1--21",
journal = "Cadernos Pagu",
issn = "0104-8333",
publisher = "N�cleo de Estudos de G�nero - Pagu",
number = "55",

}

TY - JOUR

T1 - Multiculturalidade, interculturalidade, direitos humanos e violência de género

T2 - breves notas para pensar o caso da mutilação genital feminina em Portugal e a sua abordagem

AU - Medeiros, Nuno

AU - Denis, Teresa

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147250/PT# UID/HIS/04209/2019

PY - 2019/5/30

Y1 - 2019/5/30

N2 - A situação de multiculturalidade é hoje uma realidade crescentemente vivida nas sociedades de acolhimento de imigrantes, onde emergem cidades que se constituem como lugares de passagem, de encontro ou mestiçagem cultural, mas também de contraste ou antagonismo social. A interculturalidade aparece como utensílio de favorecimento de vinculação à ideia de outro, promovendo, por um lado, a integração e a defesa do direito à diferença, e, por outro, evitando – ou mesmo denunciando – as estruturas de hegemonização sobre minorias. Mas esta diversidade cultural só pode ser protegida, promovida e aceite desde que não coloque em causa os direitos humanos nem provoque exclusões ou desigualdades. É neste campo, difícil e persistentemente aberto ao debate (e não raro promotor de polarizações), que nos propomos a apresentar um conjunto breve de apontamentos que contribua para pensar a mutilação genital feminina na sua indissolúvel condição de violência sobre a mulher, partindo do exemplo da realidade portuguesa actual.

AB - A situação de multiculturalidade é hoje uma realidade crescentemente vivida nas sociedades de acolhimento de imigrantes, onde emergem cidades que se constituem como lugares de passagem, de encontro ou mestiçagem cultural, mas também de contraste ou antagonismo social. A interculturalidade aparece como utensílio de favorecimento de vinculação à ideia de outro, promovendo, por um lado, a integração e a defesa do direito à diferença, e, por outro, evitando – ou mesmo denunciando – as estruturas de hegemonização sobre minorias. Mas esta diversidade cultural só pode ser protegida, promovida e aceite desde que não coloque em causa os direitos humanos nem provoque exclusões ou desigualdades. É neste campo, difícil e persistentemente aberto ao debate (e não raro promotor de polarizações), que nos propomos a apresentar um conjunto breve de apontamentos que contribua para pensar a mutilação genital feminina na sua indissolúvel condição de violência sobre a mulher, partindo do exemplo da realidade portuguesa actual.

KW - Mutilação Genital Feminina

KW - Interculturalidade

KW - Violência de Género

KW - Direitos Humanos

KW - Portugal

U2 - 10.1590/18094449201900550017

DO - 10.1590/18094449201900550017

M3 - Article

SP - 1

EP - 21

JO - Cadernos Pagu

JF - Cadernos Pagu

SN - 0104-8333

IS - 55

ER -