Muitos fios tecem a imaterialidade de um ritual: análise estrutural-dinâmica do Círio de Nossa Senhora do Rosário de Tróia (Setúbal)

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

21 Downloads (Pure)

Abstract

Partindo do Círio de Nossa Senhora do Rosário de Tróia, central nas festas
Mariânicas de Agosto, como estudo de caso estratégico, reconstruímos, no nível
teórico, o Ritual como um organizador cultural, como um condensador multidimensional que, invertendo as hierarquias quotidianas, performatiza, num espaço-tempo liminar, uma combinatória simbólica e fantasmática com raízes históricas, colocando a fecundidade materna no seu centro. O que exige um trabalho imaterial com ganhos identitários para a comunidade dos pescadores das Fontaínhas, de cuja resiliênciadepende a repetição ritual, aberta a pequenas transformações adaptativas ao contexto em variação que dele se aproveita para fins turísticos, empresariais ou políticos.
Sustentamos que mais do que uma ‘descrição’ sincrónica de tipo sociológico, acessível ao trabalho de mediatização jornalística (Geertz 2000), se torna necessário a apreensão teórica deste tipo de organizadores culturais por um texto analítico e integrativo, atento ao trabalho do inconsciente e às diferentes dimensões do sentido (religioso, mágico, simbólico, familialista, comunitário, identitário, etc.) que o ritual convoca e condensa.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)131-163
Number of pages33
JournalTrabalhos de Antropologia e Etnologia
Volume53-55
Publication statusPublished - 2013

Keywords

  • Ritual marítimo
  • Trabalho imaterial
  • Processos identitários

Cite this