Modelos sociais de felicidade

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

163 Downloads (Pure)

Abstract

A literatura existente permite-nos saber que um elevado número de pessoas identifica a felicidade como um objectivo de vida e expressa o desejo de ser feliz, o que só por si revela a sua importância. Mas a felicidade, tal como as outras emoções e sentimentos, reflecte as ideologias culturais, as crenças e normas partilhadas na sociedade e a sua expressão é por isso social e culturalmente determinada.
Esta comunicação tem como objectivo a apresentação de resultados relativos à percepção do sentimento de felicidade, tendo em consideração os processos sociais que lhe estão subjacentes, os valores e sentimentos relacionados, bem como os significados que lhe são atribuídos.
A maioria dos estudos existentes sobre esta temática centra-se na medição da satisfação com a vida ou bem-estar subjectivos, ou seja, pedindo às pessoas que se auto-classifiquem.

Original languagePortuguese
Title of host publicationVIII Congresso Português de Sociologia
Subtitle of host publication40 anos de democracias: progressos, contradições e prospectivas
Place of PublicationLisboa
PublisherAPS
Pages1-10
ISBN (Print)978-989-97981-2-0
Publication statusPublished - 1 Jan 2014
EventVIII Congresso Português de Sociologia -
Duration: 1 Jan 2014 → …

Publication series

NameNA
PublisherAPS

Conference

ConferenceVIII Congresso Português de Sociologia
Period1/01/14 → …

Keywords

  • Sociologia
  • Felicidade
  • Emoções
  • Sentimentos
  • Sociology
  • Happiness
  • Emotions
  • Feelings

Cite this

Dantas, A. (2014). Modelos sociais de felicidade. In VIII Congresso Português de Sociologia: 40 anos de democracias: progressos, contradições e prospectivas (pp. 1-10). (NA). APS.