Metodologia para delimitar perímetros de proteção de captações de água subterrânea: Aplicação ao aquífero Mio-Pliocénico do Tejo

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

Abstract

Tendo por base metodologias propostas para delimitar perímetros de proteção de captações de água subterrânea, apresenta-se um caso de estudo de delimitação do perímetro de proteção de uma captação para abastecimento público localizada no Sistema Aquífero do Tejo-Sado/Margem Esquerda, na freguesia da Sobreda de Caparica, no limite do concelho de Almada com o do Seixal no distrito de Setúbal. Esta captação explora o aquífero confinado mais superficial do sistema aquífero Mio-Pliocénico do Tejo, situado entre os 70 m e os 160 m de profundidade. Faz parte de um conjunto constituído por cerca de 60 captações do mesmo tipo que se estendem numa área aproximada de 27 ha, pertença dos SMAS de Almada para abastecimento da população. Trata-se de furos verticais, em meio poroso, com profundidades variáveis entre os 150 e 450 m. Como resultado é sugerida uma metodologia, a seguir em meio poroso, que resulta da conjugação de métodos analíticos (Wissling) e raio fixo calculado. De acordo com a metodologia estabelecida, em algumas captações, devido às limitações impostas pelas pressões sobre o uso do solo, deveria ser reduzido o caudal de exploração.
Original languageUnknown
Title of host publicationLivro de Resumos do 9º Seminário de Águas Subterrâneas
Pages53-56
Publication statusPublished - 1 Jan 2013
Event9º Seminário de Águas Subterrâneas -
Duration: 1 Jan 2013 → …

Conference

Conference9º Seminário de Águas Subterrâneas
Period1/01/13 → …

Cite this