Tratado Medico Filosófico sobre a alienação mental

Translated title of the contribution: Medical Philosophical Treatise on mental alienation

Nuno Miguel Proença (Translator), Bruno Barreiros (Translator), Nuno Melim (Translator), Adelino Dias Cardoso (Editor/Coordinator)

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O Tratado Médico-Filosófico sobre a Alienação Mental faz sistema com a prática clínica e de gestão hospitalar do seu autor. Inspirado a tradição hipocrática e no ideal iluminista e filantrópico da Revolução Francesa, Pinel empreende a tarefa de curar os doentes mentais e de os reintegrar na vida social. A evolução do seu pensamento acompanha a sua experiência na Salpêtrière. A segunda edição (1809) da obra, que é posta à disposição do p´blico leitor, é uma versão mais elaborada e reflexiva do que a primeira edição (1801). A avaliação da obra teórica e prática de Pinel continua a ser objecto de uma controvérsia que poderá revelar-se fecunda, decorridos mais de dois séculos.
Translated title of the contributionMedical Philosophical Treatise on mental alienation
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherEdiçoes Colibri
Number of pages320
ISBN (Print)978-989-68908-7-2
Publication statusPublished - 2011

Publication series

NameIdeias
Volume8

Fingerprint Dive into the research topics of 'Medical Philosophical Treatise on mental alienation'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this