Mapeamento do sistema alimentar em Portugal: um instrumento para potenciar a mudança do global para o local

Translated title of the contribution: Mapping the food system in Portugal as an effective tool to foster the shift from global to local

Research output: Contribution to conferenceAbstractpeer-review

1 Downloads (Pure)

Abstract

É ao nível local e regional que se devem encontrar respostas eficientes às preocupações ambientais, económicas e sociais, num contexto de mudança global que exige repensar o planeamento dos sistemas alimentares. Contudo, a mudança de paradigma pressupõe que existam respostas eficientes à escala local que possam desempenhar um papel complementar às respostas globais. Estará o sistema alimentar Português preparado para responder de forma eficaz às necessidades locais? A questão é complexa em resultado da natureza multi-atoral e interssetorial do sistema alimentar, aqui entendido como “um conjunto dos materiais, processos e infraestruturas relacionados com a agricultura, comércio, venda, transporte e consumo de produtos alimentares. Nesse sentido qualquer resposta é parcial e simultaneamente complementar em relação às várias facetas do sistema alimentar. Nesta comunicação introduzimos a perspetiva territorial no debate relativo ao sistema alimentar em Portugal.

Pretende-se estabelecer uma metodologia de construção do quadro referencial do “estado da arte” do sistema alimentar tendo como desiderato localizar no território o conjunto das iniciativas existentes e mapear “clusters” territoriais que possam constituir uma resposta local, e nesse sentido potenciar a mudança do global para o local.
Há data foram identificadas 12 bases de dados nacionais com potencial para o mapeamento do sistema alimentar em Portugal. As bases de dados foram selecionadas a partir de uma listagem de critérios complementares onde se incluem: entidade promotora (administração central e local; setor privado, terceiro setor, setor financeiro, academia, outros); regras de recolha das iniciativas (candidatura própria; mapeamento pela entidade, outras); território (nacional, regional); temática (inovação, sustentabilidade, outras.); consistência temporal da base de dados suportada na longevidade da mesma.

A quantidade de iniciativas listadas em cada base de dados varia entre as 5 e as 100, o que permite localizar um conjunto superior a 300 iniciativas à escala do território nacional. Para além da localização no território, pretende-se numa fase subsequente caracterizar cada uma das iniciativas relativamente à cadeia alimentar i.e.: produção, processamento, distribuição, venda, consumo de produtos alimentares e outros. A caracterização de cada uma dessas iniciativas implica um longo processo de análise o que inviabiliza a sua apresentação à escala nacional na presente comunicação.

Embora seja ainda um trabalho em progresso, é possível concluir que existe informação suficiente e pertinente para elaborar um primeiro mapeamento do sistema alimentar em Portugal. Pretende-que a informação recolhida seja o ponto de partida para decisões políticas mais informadas e alinhadas com os recursos existentes que considerem o sistema alimentar nas suas múltiplas dimensões, nomeadamente na capacidade de resposta do território local à mudança de paradigma dos sistemas alimentares globais para sistemas alimentares suportados em respostas complementares locais.
Translated title of the contributionMapping the food system in Portugal as an effective tool to foster the shift from global to local
Original languagePortuguese
Pages1
Publication statusPublished - 2019
EventColóquio Internacional Luso-Brasileiro DIAITA, Das Culturas da Alimentação ao Culto dos Alimentos - FLUC, (Coimbra, Portugal
Duration: 23 Oct 201925 Oct 2019
Conference number: 6
https://cechfluc.wixsite.com/6cdlb/programa

Conference

ConferenceColóquio Internacional Luso-Brasileiro DIAITA, Das Culturas da Alimentação ao Culto dos Alimentos
Country/TerritoryPortugal
City(Coimbra
Period23/10/1925/10/19
Internet address

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Mapping the food system in Portugal as an effective tool to foster the shift from global to local: um instrumento para potenciar a mudança do global para o local'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this