Métodos para investigação e análise de acidentes de trabalho (Capítulo 2.2)

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

Este capítulo apresenta uma caracterização resumida de quatro métodos recentes, especificamente concebidos para realizar a investigação e análise de acidentes de trabalho. Em cada caso, discute o modo de funcionamento e a respetiva utilidade sob várias perspetivas, informando os potenciais interessados onde encontrar Manuais do Utilizador para cada um deles. Embora a causalidade (e prevenção) dos acidentes de trabalho seja o tema mais antigo no domínio da chamada safety science, a discussão do assunto continua pertinente porque ainda hoje poucas organizações investigam convenientemente os seus acidentes e incidentes, especialmente no caso dos "pequenos" acidentes de trabalho. Mesmo quando isso acontece, a investigação é muitas vezes superficial e é realizada ad hoc. Nestas circunstâncias, há o perigo dos investigadores basearem a sua análise no que eles pensam que aconteceu, em oposição ao que realmente aconteceu - como muitas vezes se vem a comprovar mais tarde, quando se fazem investigações mais rigorosas. Para evitar este tipo de distorções, é boa prática utilizar um método formal para a investigação dos acidentes. A utilização de metodologias formais e estruturadas não só sistematiza a pesquisa, como também melhora a comunicação e a transparência do processo; como tal, aumenta a confiança nos resultados e a eficácia das medidas de controlo e prevenção que vierem a ser tomadas. Dito de outra forma, um procedimento formal facilita a aprendizagem coletiva. No entanto, cada método de investigação e análise tem uma abordagem própria e um campo de aplicação mais ou menos limitado, não existindo uma ferramenta do tipo "universal" que sirva a todos de igual forma. Por isso, esta síntese dá destaque aos aspetos particulares e mais relevantes de cada ferramenta, para que os futuros utilizadores possam sentir-se mais informados e escolher melhor entre as opções disponíveis.
Original languageUnknown
Title of host publicationImpacto social dos acidentes de trabalho
EditorsH. V. Neto, J. Areosa, P. Arezes
Place of PublicationVila do Conde
PublisherCiveri Publishing
Pages171-198
ISBN (Print)978-989-97762-1-0
Publication statusPublished - 1 Jan 2012

Cite this

Jacinto, C. (2012). Métodos para investigação e análise de acidentes de trabalho (Capítulo 2.2). In H. V. Neto, J. Areosa, & P. Arezes (Eds.), Impacto social dos acidentes de trabalho (pp. 171-198). Vila do Conde: Civeri Publishing.