Louça “de fora” em Carnide (1550-1562)

Estudo do consumo da cerâmica importada

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

17 Downloads (Pure)

Abstract

A escavação do Largo do Coreto em Carnide (2012) identificou diversos silos no interior dos quais foram recuperados diversos elementos de cultura material, datados entre os finais do século XVI e meados do século XVII.
O maior número de evidências é constituído, como expectável, por recipientes cerâmicos, entre os quais se contam diversas importações não apenas de outras regiões portuguesas, tais como Montemor-o-Novo e Estremoz, mas igualmente de outros países. As produções europeias tendem a ser as mais abundantes. Oriundos de Espanha foram identificados reflexos metálicos valencianos e de Itália importaram-se objectos das oficinas Lígures, de Montelupo e Deruta. A par destes dois países surgem ainda possíveis produções holandesas. De fora da Europa abunda a porcelana chinesa.
Importa compreender esta cerâmica no contexto global da cerâmica consumida em Carnide naquela cronologia, atribuindo-lhe um contexto económico, social e cultural, atendendo às populações e edifícios que ali existiam. Tentaremos compreender os seus padrões de consumo e a forma como aqueles podem reflectir des(igualdades) sociais e económicas.

The archaeological excavation of the Largo do Coreto in Carnide (2012) identified several storage pits inside of which a high number of material culture elements were recovered. The context can be generally dated from mid-16th to mid-17th century.
As expected, the larger number of finds is pottery objects. The majority being from local production, there are some examples of imported ceramics. Within Portugal pottery has been imported from Montemor-o-Novo and Estremoz. From outside Portugal the number of finds increases and these were produced in places such as Valencia (Spain), Liguria, Montelupo and Deruta (Italy) and even in the Low Countries. From outside Europe Chinese porcelain was recovered in considerable amounts.
The purpose is to understand these ceramics in the context of ceramic consumption in Carnide for such chronology connecting the items to an economic, social and cultural framework attending to the population and constructions in the nearby areas. We will try to discuss patterns in its consume and the way those patterns can reflect social and economic differences.
Original languagePortuguese
Title of host publicationI Encontro de Arqueologia
Subtitle of host publicationuma cidade em escavação
EditorsAna Caessa, Cristina Nozes, Isabel Cameira, Rodrigo Banha da Silva
Place of PublicationLisboa
PublisherCentro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa
Pages50-67
Number of pages17
Volume1
ISBN (Print)978-972-8543-46-4
Publication statusPublished - 2017
EventI Encontro de Arqueologia de Lisboa: Uma cidade em escavação - Teatro Aberto, Lisboa, Portugal
Duration: 26 Nov 201527 Nov 2015

Conference

ConferenceI Encontro de Arqueologia de Lisboa
CountryPortugal
CityLisboa
Period26/11/1527/11/15

Keywords

  • Cerâmica
  • Importações
  • Cultura material
  • Consumo

Cite this

Casimiro, T. M., Boavida, C., & Moço, A. (2017). Louça “de fora” em Carnide (1550-1562): Estudo do consumo da cerâmica importada. In A. Caessa, C. Nozes, I. Cameira, & R. B. D. Silva (Eds.), I Encontro de Arqueologia: uma cidade em escavação (Vol. 1, pp. 50-67). Lisboa: Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa.
Casimiro, Tânia Manuel ; Boavida, Carlos ; Moço, Ana. / Louça “de fora” em Carnide (1550-1562) : Estudo do consumo da cerâmica importada. I Encontro de Arqueologia: uma cidade em escavação. editor / Ana Caessa ; Cristina Nozes ; Isabel Cameira ; Rodrigo Banha da Silva. Vol. 1 Lisboa : Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa, 2017. pp. 50-67
@inproceedings{52c7b274924b4cb5a7d624a620cda09c,
title = "Lou{\cc}a “de fora” em Carnide (1550-1562): Estudo do consumo da cer{\^a}mica importada",
abstract = "A escava{\cc}{\~a}o do Largo do Coreto em Carnide (2012) identificou diversos silos no interior dos quais foram recuperados diversos elementos de cultura material, datados entre os finais do s{\'e}culo XVI e meados do s{\'e}culo XVII.O maior n{\'u}mero de evid{\^e}ncias {\'e} constitu{\'i}do, como expect{\'a}vel, por recipientes cer{\^a}micos, entre os quais se contam diversas importa{\cc}{\~o}es n{\~a}o apenas de outras regi{\~o}es portuguesas, tais como Montemor-o-Novo e Estremoz, mas igualmente de outros pa{\'i}ses. As produ{\cc}{\~o}es europeias tendem a ser as mais abundantes. Oriundos de Espanha foram identificados reflexos met{\'a}licos valencianos e de It{\'a}lia importaram-se objectos das oficinas L{\'i}gures, de Montelupo e Deruta. A par destes dois pa{\'i}ses surgem ainda poss{\'i}veis produ{\cc}{\~o}es holandesas. De fora da Europa abunda a porcelana chinesa.Importa compreender esta cer{\^a}mica no contexto global da cer{\^a}mica consumida em Carnide naquela cronologia, atribuindo-lhe um contexto econ{\'o}mico, social e cultural, atendendo {\`a}s popula{\cc}{\~o}es e edif{\'i}cios que ali existiam. Tentaremos compreender os seus padr{\~o}es de consumo e a forma como aqueles podem reflectir des(igualdades) sociais e econ{\'o}micas.The archaeological excavation of the Largo do Coreto in Carnide (2012) identified several storage pits inside of which a high number of material culture elements were recovered. The context can be generally dated from mid-16th to mid-17th century.As expected, the larger number of finds is pottery objects. The majority being from local production, there are some examples of imported ceramics. Within Portugal pottery has been imported from Montemor-o-Novo and Estremoz. From outside Portugal the number of finds increases and these were produced in places such as Valencia (Spain), Liguria, Montelupo and Deruta (Italy) and even in the Low Countries. From outside Europe Chinese porcelain was recovered in considerable amounts.The purpose is to understand these ceramics in the context of ceramic consumption in Carnide for such chronology connecting the items to an economic, social and cultural framework attending to the population and constructions in the nearby areas. We will try to discuss patterns in its consume and the way those patterns can reflect social and economic differences.",
keywords = "Cer{\^a}mica, Importa{\cc}{\~o}es, Cultura material, Consumo",
author = "Casimiro, {T{\^a}nia Manuel} and Carlos Boavida and Ana Mo{\cc}o",
year = "2017",
language = "Portuguese",
isbn = "978-972-8543-46-4",
volume = "1",
pages = "50--67",
editor = "Ana Caessa and Cristina Nozes and Isabel Cameira and Silva, {Rodrigo Banha da}",
booktitle = "I Encontro de Arqueologia",
publisher = "Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Patrim{\'o}nio Cultural / Dire{\cc}{\~a}o Municipal de Cultura / C{\^a}mara Municipal de Lisboa",

}

Casimiro, TM, Boavida, C & Moço, A 2017, Louça “de fora” em Carnide (1550-1562): Estudo do consumo da cerâmica importada. in A Caessa, C Nozes, I Cameira & RBD Silva (eds), I Encontro de Arqueologia: uma cidade em escavação. vol. 1, Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa, Lisboa, pp. 50-67, I Encontro de Arqueologia de Lisboa, Lisboa, Portugal, 26/11/15.

Louça “de fora” em Carnide (1550-1562) : Estudo do consumo da cerâmica importada. / Casimiro, Tânia Manuel; Boavida, Carlos; Moço, Ana.

I Encontro de Arqueologia: uma cidade em escavação. ed. / Ana Caessa; Cristina Nozes; Isabel Cameira; Rodrigo Banha da Silva. Vol. 1 Lisboa : Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa, 2017. p. 50-67.

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

TY - GEN

T1 - Louça “de fora” em Carnide (1550-1562)

T2 - Estudo do consumo da cerâmica importada

AU - Casimiro, Tânia Manuel

AU - Boavida, Carlos

AU - Moço, Ana

PY - 2017

Y1 - 2017

N2 - A escavação do Largo do Coreto em Carnide (2012) identificou diversos silos no interior dos quais foram recuperados diversos elementos de cultura material, datados entre os finais do século XVI e meados do século XVII.O maior número de evidências é constituído, como expectável, por recipientes cerâmicos, entre os quais se contam diversas importações não apenas de outras regiões portuguesas, tais como Montemor-o-Novo e Estremoz, mas igualmente de outros países. As produções europeias tendem a ser as mais abundantes. Oriundos de Espanha foram identificados reflexos metálicos valencianos e de Itália importaram-se objectos das oficinas Lígures, de Montelupo e Deruta. A par destes dois países surgem ainda possíveis produções holandesas. De fora da Europa abunda a porcelana chinesa.Importa compreender esta cerâmica no contexto global da cerâmica consumida em Carnide naquela cronologia, atribuindo-lhe um contexto económico, social e cultural, atendendo às populações e edifícios que ali existiam. Tentaremos compreender os seus padrões de consumo e a forma como aqueles podem reflectir des(igualdades) sociais e económicas.The archaeological excavation of the Largo do Coreto in Carnide (2012) identified several storage pits inside of which a high number of material culture elements were recovered. The context can be generally dated from mid-16th to mid-17th century.As expected, the larger number of finds is pottery objects. The majority being from local production, there are some examples of imported ceramics. Within Portugal pottery has been imported from Montemor-o-Novo and Estremoz. From outside Portugal the number of finds increases and these were produced in places such as Valencia (Spain), Liguria, Montelupo and Deruta (Italy) and even in the Low Countries. From outside Europe Chinese porcelain was recovered in considerable amounts.The purpose is to understand these ceramics in the context of ceramic consumption in Carnide for such chronology connecting the items to an economic, social and cultural framework attending to the population and constructions in the nearby areas. We will try to discuss patterns in its consume and the way those patterns can reflect social and economic differences.

AB - A escavação do Largo do Coreto em Carnide (2012) identificou diversos silos no interior dos quais foram recuperados diversos elementos de cultura material, datados entre os finais do século XVI e meados do século XVII.O maior número de evidências é constituído, como expectável, por recipientes cerâmicos, entre os quais se contam diversas importações não apenas de outras regiões portuguesas, tais como Montemor-o-Novo e Estremoz, mas igualmente de outros países. As produções europeias tendem a ser as mais abundantes. Oriundos de Espanha foram identificados reflexos metálicos valencianos e de Itália importaram-se objectos das oficinas Lígures, de Montelupo e Deruta. A par destes dois países surgem ainda possíveis produções holandesas. De fora da Europa abunda a porcelana chinesa.Importa compreender esta cerâmica no contexto global da cerâmica consumida em Carnide naquela cronologia, atribuindo-lhe um contexto económico, social e cultural, atendendo às populações e edifícios que ali existiam. Tentaremos compreender os seus padrões de consumo e a forma como aqueles podem reflectir des(igualdades) sociais e económicas.The archaeological excavation of the Largo do Coreto in Carnide (2012) identified several storage pits inside of which a high number of material culture elements were recovered. The context can be generally dated from mid-16th to mid-17th century.As expected, the larger number of finds is pottery objects. The majority being from local production, there are some examples of imported ceramics. Within Portugal pottery has been imported from Montemor-o-Novo and Estremoz. From outside Portugal the number of finds increases and these were produced in places such as Valencia (Spain), Liguria, Montelupo and Deruta (Italy) and even in the Low Countries. From outside Europe Chinese porcelain was recovered in considerable amounts.The purpose is to understand these ceramics in the context of ceramic consumption in Carnide for such chronology connecting the items to an economic, social and cultural framework attending to the population and constructions in the nearby areas. We will try to discuss patterns in its consume and the way those patterns can reflect social and economic differences.

KW - Cerâmica

KW - Importações

KW - Cultura material

KW - Consumo

M3 - Conference contribution

SN - 978-972-8543-46-4

VL - 1

SP - 50

EP - 67

BT - I Encontro de Arqueologia

A2 - Caessa, Ana

A2 - Nozes, Cristina

A2 - Cameira, Isabel

A2 - Silva, Rodrigo Banha da

PB - Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa

CY - Lisboa

ER -

Casimiro TM, Boavida C, Moço A. Louça “de fora” em Carnide (1550-1562): Estudo do consumo da cerâmica importada. In Caessa A, Nozes C, Cameira I, Silva RBD, editors, I Encontro de Arqueologia: uma cidade em escavação. Vol. 1. Lisboa: Centro de Arqueologia de Lisboa / Departamento de Património Cultural / Direção Municipal de Cultura / Câmara Municipal de Lisboa. 2017. p. 50-67