Laboratório do cidadão: uma oportunidade para debater a mudança das Bibliotecas da Administração Central do Estado?

Paula Alexandra Ochoa de Carvalho Telo, Paulo Barata, Rosa Maria Brandão T. Marcelino Galvão, Leonor Gaspar Pinto, Vera Batalha

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

9 Downloads (Pure)

Abstract

A propósito do lançamento do LabX em outubro de 2016, debate-se a pertinência de se realizar investigação em torno do funcionamento das Bibliotecas da Administração Central do Estado, ligada ao envolvimento dos cidadãos na investigação, conceção e experimentação de novas ideias para a modernização administrativa em Portugal. Apresenta-se uma síntese de estudos realizados no âmbito da convergência das políticas para a sociedade de informação e para a modernização administrativa em Portugal desde 1997, focalizando nos resultados do último estudo realizado em 2015, em que se discutiu uma reflexão estratégica envolvendo quatro grupos de stakeholders e 28 organismos em workshops de futuro, seguida da análise do seu posicionamento. Face aos quatro cenários resultantes: interesse e colaboração; condições diferenciadas e distanciamento, interesse e consolidação dos papéis das secretarias gerais; interesse no desenvolvimento de uma política e estratégia para o setor, equaciona-se se será esta fase de envolvimento do cidadão na investigação a etapa necessária para a mudança.

The announcing of LabX in October 2016 raised for discussion the relevance of doing research on the functioning of Central Public Administration libraries involving citizens in research, design and experimentation of new ideas towards administrative modernization in Portugal. We present the summing-up of studies conducted in the scope of the convergence of information society policies and on the administrative modernization in Portugal since 1997. The focus is on the results of the most recent study in 2015 when a strategic thinking took place involving four groups of stakeholders and twenty-eight public services in workshops of the future followed by their positioning analysis. Given the resulting four scenarios: interest and collaboration; differentiated conditions and distancing; interest and consolidation of the general secretariats’ roles; interest in developing a policy and a strategy for this sector, we question whether this stage of the citizen’s participation in research is the right step towards change.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)19-31
Number of pages13
JournalPáginas a&b Arquivos e Bibliotecas
Volume6
Issue number3ª série, 6
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Bibliotecas
  • Sociedade de Informação
  • Investigação-Ação
  • Modernização administrativa

Cite this