La Moira enchantée au Portugal: mémoires d'un récit mythique

Research output: Book/ReportBook

Abstract

Conta-se que, noutros tempos, quando os Mouros, perseguidos pelos Cristãos, se viram obrigados a regressar ao seu longínquo reino, deixaram em terras portuguesas lindas Moiras Encantadas a guardar os seus tesoiros na esperança de, um dia, alguém as desencantar. Conta-se que, nos rochedos e nos dólmenes, nas grutas e nas fontes, nos poços e nos ribeiros e até mesmo em certas ruínas de monumentos e aldeias abandonadas, pelas manhãs de S. João, a Moira aparece a estender os seus tesoiros ao sol, a pentear os seus cabelos de oiro, com pentes de oiro ou a tecer meadas de oiro em teares de oiro. Conta-se que aí estão encantadas e que herdaram segredos e magias de antigas divindades tutelares e de deusas zeladoras da fertilidade dos campos e da fecundidade dos humanos e dos animais. Conta-se que o seu corpo de serpente associado às tentativas que se lhe conhecem de união com humanos a troco de tesouros e de segredos, tem levado muita gente a suspeitar do seu parentesco com Melusina, a fada medieval que casou com o Senhor de Lusignan, na região francesa do Poitou. A ser assim, a Moira Encantada teria também laços familiares com a Dama do Pé de Cabra que deu origem à linhagem dos Senhores da Biscaia e com a Dama Marinha, antepassado dos Marinhos.
Original languageUnknown
Place of PublicationLisboa
PublisherColibri
ISBN (Print)9789727729333
Publication statusPublished - 1 Jan 2010

Cite this