K - O mundo da burocracia kafkiana

Como o complex resiste a todos os ataques

Miguel Pina Cunha, Arménio Rego

Research output: Book/ReportBook

Abstract

Já se sentiu no seio de um inferno burocrático absurdo, sem compreender o que estava a acontecer-lhe? Já odiou o funcionário que lhe insinuou propostas indecentes? Já foi maltratado pela máquina burocrática? Já perdeu as estribeiras por ter sido tratado apenas como um número, na sua empresa ou no Estado? Já se sentiu impotente e desprezado pela máquina fiscal? Já se sentiu empurrado durante semanas, de um serviço para outro, acabando por descobrir que «ninguém é responsável» pelo seu caso? Já pediu para o arrancarem do pesadelo? Já actuou como burocrata encartado incapaz de servir devidamente o cliente ou o cidadão?Este livro ajuda-o(a) a compreender as razões pelas quais estes fenómenos ocorrem. E mostra-lhe porque deles podem decorrer efeitos ao nível da corrupção, da ineficiência dos serviços (públicos e privados!) e do desenvolvimento de Portugal e dos Portugueses. Mas (não) desespere - a burocracia alimenta-se a si própria, e é muito provável que sobreviva. O livro também sugere alguns remédios para a maleita - ou, pelo menos, paliativos.
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherEdições Sílabo
Number of pages237
Edition
ISBN (Print)9789726185413
Publication statusPublished - 2009

Cite this

Cunha, Miguel Pina ; Rego, Arménio. / K - O mundo da burocracia kafkiana : Como o complex resiste a todos os ataques. 1ª ed. Lisboa : Edições Sílabo, 2009. 237 p.
@book{5e32637dd34642fab0d832219399f222,
title = "K - O mundo da burocracia kafkiana: Como o complex resiste a todos os ataques",
abstract = "J{\'a} se sentiu no seio de um inferno burocr{\'a}tico absurdo, sem compreender o que estava a acontecer-lhe? J{\'a} odiou o funcion{\'a}rio que lhe insinuou propostas indecentes? J{\'a} foi maltratado pela m{\'a}quina burocr{\'a}tica? J{\'a} perdeu as estribeiras por ter sido tratado apenas como um n{\'u}mero, na sua empresa ou no Estado? J{\'a} se sentiu impotente e desprezado pela m{\'a}quina fiscal? J{\'a} se sentiu empurrado durante semanas, de um servi{\cc}o para outro, acabando por descobrir que «ningu{\'e}m {\'e} respons{\'a}vel» pelo seu caso? J{\'a} pediu para o arrancarem do pesadelo? J{\'a} actuou como burocrata encartado incapaz de servir devidamente o cliente ou o cidad{\~a}o?Este livro ajuda-o(a) a compreender as raz{\~o}es pelas quais estes fen{\'o}menos ocorrem. E mostra-lhe porque deles podem decorrer efeitos ao n{\'i}vel da corrup{\cc}{\~a}o, da inefici{\^e}ncia dos servi{\cc}os (p{\'u}blicos e privados!) e do desenvolvimento de Portugal e dos Portugueses. Mas (n{\~a}o) desespere - a burocracia alimenta-se a si pr{\'o}pria, e {\'e} muito prov{\'a}vel que sobreviva. O livro tamb{\'e}m sugere alguns rem{\'e}dios para a maleita - ou, pelo menos, paliativos.",
author = "Cunha, {Miguel Pina} and Arm{\'e}nio Rego",
year = "2009",
language = "Portuguese",
isbn = "9789726185413",
publisher = "Edi{\cc}{\~o}es S{\'i}labo",
edition = "1ª",

}

K - O mundo da burocracia kafkiana : Como o complex resiste a todos os ataques. / Cunha, Miguel Pina; Rego, Arménio.

1ª ed. Lisboa : Edições Sílabo, 2009. 237 p.

Research output: Book/ReportBook

TY - BOOK

T1 - K - O mundo da burocracia kafkiana

T2 - Como o complex resiste a todos os ataques

AU - Cunha, Miguel Pina

AU - Rego, Arménio

PY - 2009

Y1 - 2009

N2 - Já se sentiu no seio de um inferno burocrático absurdo, sem compreender o que estava a acontecer-lhe? Já odiou o funcionário que lhe insinuou propostas indecentes? Já foi maltratado pela máquina burocrática? Já perdeu as estribeiras por ter sido tratado apenas como um número, na sua empresa ou no Estado? Já se sentiu impotente e desprezado pela máquina fiscal? Já se sentiu empurrado durante semanas, de um serviço para outro, acabando por descobrir que «ninguém é responsável» pelo seu caso? Já pediu para o arrancarem do pesadelo? Já actuou como burocrata encartado incapaz de servir devidamente o cliente ou o cidadão?Este livro ajuda-o(a) a compreender as razões pelas quais estes fenómenos ocorrem. E mostra-lhe porque deles podem decorrer efeitos ao nível da corrupção, da ineficiência dos serviços (públicos e privados!) e do desenvolvimento de Portugal e dos Portugueses. Mas (não) desespere - a burocracia alimenta-se a si própria, e é muito provável que sobreviva. O livro também sugere alguns remédios para a maleita - ou, pelo menos, paliativos.

AB - Já se sentiu no seio de um inferno burocrático absurdo, sem compreender o que estava a acontecer-lhe? Já odiou o funcionário que lhe insinuou propostas indecentes? Já foi maltratado pela máquina burocrática? Já perdeu as estribeiras por ter sido tratado apenas como um número, na sua empresa ou no Estado? Já se sentiu impotente e desprezado pela máquina fiscal? Já se sentiu empurrado durante semanas, de um serviço para outro, acabando por descobrir que «ninguém é responsável» pelo seu caso? Já pediu para o arrancarem do pesadelo? Já actuou como burocrata encartado incapaz de servir devidamente o cliente ou o cidadão?Este livro ajuda-o(a) a compreender as razões pelas quais estes fenómenos ocorrem. E mostra-lhe porque deles podem decorrer efeitos ao nível da corrupção, da ineficiência dos serviços (públicos e privados!) e do desenvolvimento de Portugal e dos Portugueses. Mas (não) desespere - a burocracia alimenta-se a si própria, e é muito provável que sobreviva. O livro também sugere alguns remédios para a maleita - ou, pelo menos, paliativos.

M3 - Book

SN - 9789726185413

BT - K - O mundo da burocracia kafkiana

PB - Edições Sílabo

CY - Lisboa

ER -

Cunha MP, Rego A. K - O mundo da burocracia kafkiana: Como o complex resiste a todos os ataques. 1ª ed. Lisboa: Edições Sílabo, 2009. 237 p.