It’s realism, and music has no place there: A stock music em documentários e telejornais

Research output: Contribution to conferencePaper

Abstract

No número reduzido de estudos académicos centrados na música em documentários, são vários os autores que apontam o problema levantado pelo uso de música não-diegética em produtos audiovisuais não-ficcionais. Tanto documentários como telejornais tendem a ser vistos pelo público televisivo como uma representação objectiva de diversas realidades, originando preocupações de que a presença de música iria contra a ideia de realismo e autenticidade pretendida nestes programas (ROGERS 2015, 2). É particularmente interessante investigar o uso de stock music nestas produções, relacionando a sua categorização por sentimentos e ambientes tipificados com o receio ético de manipulação emocional dos espectadores.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 2016
EventColóquio Interno de Música e Sociedade Representações e Identidades: a música como agente social - FCSH/NOVA, Lisboa, Portugal
Duration: 21 May 201623 May 2016

Conference

ConferenceColóquio Interno de Música e Sociedade Representações e Identidades: a música como agente social
CountryPortugal
CityLisboa
Period21/05/1623/05/16

Keywords

  • documentários
  • televisão
  • telejornais
  • stock music
  • ficção / não-ficção

Cite this