Investigação em malária em Portugal: Mapeando modos diversos de fazer ciência

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

38 Downloads (Pure)

Abstract

A ciência realizada em Portugal tem contribuído para um aprofundamento do conhecimento da malária, uma patologia responsável por 584 mil mortes em 2013. Partindo do mapeamento exploratório das publicações indexadas na Web of Science (1900-2014) acompanhar-se-ão as transformações das práticas científicas num locus de legitimação internacional. Verificou-se um crescimento acentuado destas publicações, principalmente após 1995; um favorecimento das colaborações internacionais e um alargamento sucessivo dos contextos organizacionais, significativamente superior nas publicações internacionais. Assim, o crescimento da investigação em malária é dominado por um modelo de internacionalização responsável por um imbricamento crescente da academia como os domínios político, económico e social.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)137-159
JournalSociologia On Line
Issue number12
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Ciência
  • Malária
  • Internacionalização
  • Heterogeneidade organizacional

Cite this