Introdução: hábito, crise e novos media

Research output: Contribution to journalEditorial

5 Downloads (Pure)

Abstract

Wendy Hui Kyong Chun, em Updating to Remain the Same: Habitual New Media (2016), argumenta que os media se tornam mais importantes quando parecem não ter importância—quando transitam do “novo” para o “habitual”. A autora interpreta a integração das redes sociais nos nossos hábitos como um conceito definidor do presente. Com o momento pandémico, os modos contemporâneos de existência fizeram emergir tais mediações como globalmente evidentes. As fragilidades expostas da vida real, orgânica parecem agora ser mediadas através da existência digital e da mediação tecnológica dos novos media habituais. No contexto da pandemia, “a vida no écran” torna-se o cânone da existência contemporânea.

Este número da Revista de Comunicação e Linguagens reúne artigos, entrevistas e ensaios visuais sobre as mediações dos novos media habituais, com foco no individual ou no pequeno coletivo, que se relacionam com esta perspectiva da intimidade digital no contemporâneo.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)20-28
Number of pages9
JournalRevista de Comunicação e Linguagens
Issue number55
DOIs
Publication statusPublished - Dec 2021

Cite this