Intervenção em crise, suicídio e mulheres vítimas de violência: uma abordagem terapêutica

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Através de uma revisão da literatura, o objetivo deste artigo é discutir os
procedimentos da intervenção em crise, especificamente nos casos de mulheres
vítimas de violência e suicídio. Intervenção em crise pode ser caracterizada como
uma forma de auxílio a um indivíduo que encara uma situação traumática,
abrandando os efeitos negativos (danos físicos e psíquicos), fomentando a
possibilidade de crescimento e aquisição de novas estratégias de coping. No
caso das mulheres vítimas de violência, é possível destacar que uma primeira
vantagem desta intervenção advém da clara compreensão de que o momento da
revelação/denúncia dos fatos é, para a generalidade das vítimas, particularmente
problemático, um verdadeiro momento de crise. Os atos autodestrutivos, como o suicídio, estão relacionados com a impossibilidade de o indivíduo encontrar
diferentes alternativas para enfrentar os seus conflitos, optando, finalmente, pela morte. Uma história de tentativas e a presença de ideação suicida conferem um valor preditivo à avaliação do risco de suicídio. Assim, a intervenção no momento de desesperança e confusão pode ser determinante para a resolução positiva da crise.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)185-210
Number of pages25
JournalRUMUS - Revista Científica da Universidade do Mindelo
Volume1
Issue number2
Publication statusPublished - 1 Jan 2014

Keywords

  • Crise
  • Intervenção
  • Vítimas
  • Violência
  • Suicídio

Cite this