Identidades textuais, linguagem inclusiva e (re)formulação

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapterpeer-review

3 Downloads (Pure)

Abstract

Este artigo centra-se sobre o papel da (re)formulação como via para a linguagem inclusiva. Numa primeira etapa, será discutida a linguagem inclusiva como uma questão para a linguística: não sendo consensual, no meio académico, defende-se aqui
uma perspetiva enquadrada epistemologicamente em termos interacionistas sociais.
A secção seguinte desenvolve este ponto de vista, evidenciando uma conceção não representacionalista da linguagem e recuperando o papel central que a reformulação (epilinguística) assume, na atividade da linguagem, de acordo com quadros teóricos epistemologicamente compatíveis. Por último, serão equacionadas, com recurso a exemplos, as questões que envolvem identidades textuais, géneros de texto e reformulação, de acordo com uma tendência inclusiva.
Original languagePortuguese
Title of host publicationReformular, uma questão de géneros?
EditorsDriss Ablali, Matilde Gonçalves, Fátima Silva
Place of PublicationV. N. Famalicão
PublisherHúmus
Pages51-65
Number of pages14
ISBN (Print)978-989-755-715-6
DOIs
Publication statusPublished - 2021
EventColóquio Internacional Reformuler, une question de genres? Reformular, uma questão de géneros? - Porto, Portugal
Duration: 17 Jun 201918 Jun 2019
https://reformulerporto2019.wordpress.com

Conference

ConferenceColóquio Internacional Reformuler, une question de genres? Reformular, uma questão de géneros?
Country/TerritoryPortugal
CityPorto
Period17/06/1918/06/19
Internet address

Keywords

  • Epistemologia interacionista social
  • Géneros de texto
  • Identidades textuais
  • Linguagem inclusiva
  • Reformulação

Cite this