Hacking ao som de música techno: paralelismos sociais entre a música techno e o hacking como práticas culturais, no filme Hackers

Research output: Contribution to conferenceAbstract

5 Downloads (Pure)

Abstract

Hackers é considerado pela sua popularidade como um filme de culto dentro do género cyberpunk, este apresenta um universo de grandes avanços tecnológicos bastante marcado pelo crescente fenómeno da cultura de música electrónica vigente na época. Estreado em 1995, onde a internet e noções de hacking ainda não eram familiares do público, reflecte os ideais do Hacker Manifesto por meio de um grupo de hackers que se movimenta à margem da lei e pratica actos socialmente desviantes.
Procura-se neste trabalho explorar o modo como a música, como meio de audiovisão, é aqui utilizada para expor esta prática cultural. Através da escolha do realizador de todo um conjunto de músicas electrónicas, existe uma produção sonora feita em torno de músicas maioritariamente compostas externamente ao filme, por bandas como The Prodigy ou Leftfield, e que se encontram aqui apropriadas.
Essas músicas foram editadas posteriormente, em conjunto com outras inspiradas pelo filme, e foram muito bem recebidas pela crítica musical. Mas tendo em conta os desenvolvimentos tecnológicos, bem como o aumento de grupos sociais em torno da prática de música electrónica, é importante problematizar qual o impacto de meios audiovisuais com explorações destas temáticas e o modo como podem contribuir para uma construção social.
Original languagePortuguese
Number of pages2
Publication statusPublished - 2016
EventLog in Live On: Log in Live on: Música e cibercultura na era da Internet of Things - FCSH/NOVA, Lisboa, Portugal
Duration: 7 Oct 20167 Oct 2016
http://cysmus.weebly.com/coloacutequio-log-in-live-on--log-in-live-on-conference.html

Conference

ConferenceLog in Live On
CountryPortugal
CityLisboa
Period7/10/167/10/16
Internet address

Keywords

  • Hackers
  • Cyberpunk
  • Outsiders
  • Música electrónica
  • Construção social

Cite this