Geocaching no bairro: o bairro como como espaço de lazer e promoção do património

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

Resumo/ Resumen O projeto Bairros em Lisboa investigou seis casos de estudo, tendo como resultado o estabelecimento de limites consensuais do bairro para os seus residentes. Os resultados do estudo salientam a importância dos bairros como espaço de consumo e lazer de proximidade. Propõe-se, neste artigo analisar os resultados do projeto à luz dos dados recolhidos numa investigação que demonstra a existência de uma relação entre os espaços turísticos e recreativos da cidade e a atividade de Geocaching. A análise é complementada com o cruzamento de dados provenientes do Inventário do Património Arquitetónico de Lisboa (SIPA/IHRU, 2014). Esta abordagem tem dois objetivos: compreender até que ponto a imagem do bairro e o património nele existente são relevantes no contexto de práticas de lazer como o Geocaching; e criar a base para futuros projetos de investigação multidisciplinares que contribuam para uma geografia urbana que contextualize escalas de atuação locais e globais
Original languageUnknown
Title of host publication‘A JANGADA DE PEDRA’ – Geografias Ibero-Afro-Americanas. Atas do Colóquio Ibérico de Geografia
EditorsAntónio Vieira E Rui Pedro Julião
Place of PublicationGuimarães
PublisherAssociação Portuguesa de Geógrafos e Departamento de Geografia da Universidade do Minho
Pages1535-1540
ISBN (Print)978-972-99436-8-3 / 978-989-97394-6-8
Publication statusPublished - 1 Jan 2014

Cite this

Ramalhete, F., & Nogueira Mendes, R. M. (2014). Geocaching no bairro: o bairro como como espaço de lazer e promoção do património. In A. V. E. R. P. Julião (Ed.), ‘A JANGADA DE PEDRA’ – Geografias Ibero-Afro-Americanas. Atas do Colóquio Ibérico de Geografia (pp. 1535-1540). Guimarães: Associação Portuguesa de Geógrafos e Departamento de Geografia da Universidade do Minho.