Galo – dantes e daqui em diante

Research output: Contribution to journalArticle

2 Downloads (Pure)

Abstract

«O galo dantes falava. Quando os Apóstolos estavam à mesa, afirmavam eles que Cristo não era Deus, e Cristo respondeu, que era tanto Deus como o galo falar; foi então que o galo disse: Coroado. E é ainda hoje a sua linguagem.» (Leite de Vasconcellos).
Reflectir-se-á, neste texto, sobre o galo, outrora grande conversador, hoje ora criatura de capoeira, ora entidade de campanário da igreja.
Também será considerado enquanto cantor esconjurando o mal, galador de seres também de criação, defensor da morte de indivíduo inocente e, finalmente, deus da medicina, pregador respeitado em cerimónias institucionais universitárias.
Dantes e daqui em diante, galos (e também touros) participavam e participarão em actos académicos, tais como doutoramentos.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)1-17
Number of pages17
JournalRevista Dobra. Pensar com as Artes
Volume6
Publication statusPublished - 2020

Keywords

  • Galo
  • Criação
  • Práticas medicinais
  • Linguagem

Cite this