Dos pastos de altitude às fiações industriais: Ecos de Ecologia Humana em A Lã e a Neve

Translated title of the contribution: From high grasslands to textile industries: Human ecology echoes in A Lã e a Neve novel

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O romance castriano A Lã e a Neve (1947) constitui um riquíssimo manancial sobre a Natureza da Serra da Estrela nos decénios centrais do século XX e sobre as formas orgânicas que o ser humano usava para se organizar e usufruir das potencialidades daquele território. Respeita-se a estrutura bifocal da narrativa – centrada, por um lado, nos vales e cumes da Serra da Estrela, e por outro na vida fabril dos lanifícios da Covilhã – para lançar o olhar da Ecologia Humana sobre como o escritor retratou o cenário serrano e desenvolveu o enredo
Translated title of the contributionFrom high grasslands to textile industries: Human ecology echoes in A Lã e a Neve novel
Original languagePortuguese
Pages (from-to)113-134
Number of pages22
JournalUbimuseum
Issue number4
Publication statusPublished - Sep 2017

Keywords

  • Ecologia Humana
  • Ecocrítica
  • Ferreira de Castro
  • Serra da Estrela
  • Indústria de lanifícios
  • Fator ambiental

Fingerprint Dive into the research topics of 'From high grasslands to textile industries: Human ecology echoes in A Lã e a Neve novel'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this