Factores de apropriação e construção identitária em torno da casa

estudo de caso - Bairro da Malagueira/Siza Vieira

Research output: ThesisDoctoral Thesis

Abstract

O Bairro da Malagueira é uma obra de grande alcance arquitectónico
, social e político: a construção de um bairro para populações carenciadas nasceu da experiência do Serviço de Apoio Ambulatório Local (SAAL), dois anos após o 25 de Abril. Projecto que tentou confrontar e resolver os problemas de habitação social neste país. A Malagueira foi uma consequência do
SAAL, mas ultrapassou-o largamente, criando uma zona residencial multi-
social. Por parte da Câmara Municipal de Évora tratava-se de resolver problemas sociais. A tese – Factores de apropriação e construção identitár
ia em torno da casa– tem por objectivos o estudo da apropriação do
habitat pelos seus utentes e análise da satisfação residencial como processo de
construção identitária de “ego” e do grupo doméstico. Elegemos como local de investigação optimumo Bairro da Malagueira em Évora, que foi desenhado por Álvaro Siza Vieira com 1.200 habitações unifamiliares em banda,em 27 ha, com mais de 1/3 de coberto verde e um lago de dimensões consideráveis, casas evolutivas para satisfazer as necessidades de crescimento do agregado familiar. Estas casas –“dúplex” com pátio
– nasceram com capacidades “elásticas” de serem adaptadas aos seus habitantes, e daí o nosso interesse em submetê-las à avaliação
pela população, dentro do quadro antropológico dos processos de construção identitária.
Original languagePortuguese
QualificationDoctor of Philosophy
Awarding Institution
  • Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH)
Supervisors/Advisors
  • Bastos, José Gabriel da Fonseca Pereira, Supervisor
Award date1 Sep 2014
Publication statusPublished - 2014

Keywords

  • Bairro da Malagueira
  • Évora
  • Antropologia urbana
  • Antropologia do Espaço e das Cidades
  • Bairros Sociais

Cite this

@phdthesis{70c70fe1248444dc827b4c144aef75af,
title = "Factores de apropria{\cc}{\~a}o e constru{\cc}{\~a}o identit{\'a}ria em torno da casa: estudo de caso - Bairro da Malagueira/Siza Vieira",
abstract = "O Bairro da Malagueira {\'e} uma obra de grande alcance arquitect{\'o}nico, social e pol{\'i}tico: a constru{\cc}{\~a}o de um bairro para popula{\cc}{\~o}es carenciadas nasceu da experi{\^e}ncia do Servi{\cc}o de Apoio Ambulat{\'o}rio Local (SAAL), dois anos ap{\'o}s o 25 de Abril. Projecto que tentou confrontar e resolver os problemas de habita{\cc}{\~a}o social neste pa{\'i}s. A Malagueira foi uma consequ{\^e}ncia do SAAL, mas ultrapassou-o largamente, criando uma zona residencial multi-social. Por parte da C{\^a}mara Municipal de {\'E}vora tratava-se de resolver problemas sociais. A tese – Factores de apropria{\cc}{\~a}o e constru{\cc}{\~a}o identit{\'a}ria em torno da casa– tem por objectivos o estudo da apropria{\cc}{\~a}o do habitat pelos seus utentes e an{\'a}lise da satisfa{\cc}{\~a}o residencial como processo de constru{\cc}{\~a}o identit{\'a}ria de “ego” e do grupo dom{\'e}stico. Elegemos como local de investiga{\cc}{\~a}o optimumo Bairro da Malagueira em {\'E}vora, que foi desenhado por {\'A}lvaro Siza Vieira com 1.200 habita{\cc}{\~o}es unifamiliares em banda,em 27 ha, com mais de 1/3 de coberto verde e um lago de dimens{\~o}es consider{\'a}veis, casas evolutivas para satisfazer as necessidades de crescimento do agregado familiar. Estas casas –“d{\'u}plex” com p{\'a}tio – nasceram com capacidades “el{\'a}sticas” de serem adaptadas aos seus habitantes, e da{\'i} o nosso interesse em submet{\^e}-las {\`a} avalia{\cc}{\~a}o pela popula{\cc}{\~a}o, dentro do quadro antropol{\'o}gico dos processos de constru{\cc}{\~a}o identit{\'a}ria.",
keywords = "Bairro da Malagueira, {\'E}vora, Antropologia urbana, Antropologia do Espa{\cc}o e das Cidades, Bairros Sociais",
author = "Gomes, {M{\'a}rio Jos{\'e} Afonso}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/135917/PT# OE/SADG/UI4038/2014",
year = "2014",
language = "Portuguese",
school = "Faculdade de Ci{\^e}ncias Sociais e Humanas (FCSH)",

}

TY - THES

T1 - Factores de apropriação e construção identitária em torno da casa

T2 - estudo de caso - Bairro da Malagueira/Siza Vieira

AU - Gomes, Mário José Afonso

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/135917/PT# OE/SADG/UI4038/2014

PY - 2014

Y1 - 2014

N2 - O Bairro da Malagueira é uma obra de grande alcance arquitectónico, social e político: a construção de um bairro para populações carenciadas nasceu da experiência do Serviço de Apoio Ambulatório Local (SAAL), dois anos após o 25 de Abril. Projecto que tentou confrontar e resolver os problemas de habitação social neste país. A Malagueira foi uma consequência do SAAL, mas ultrapassou-o largamente, criando uma zona residencial multi-social. Por parte da Câmara Municipal de Évora tratava-se de resolver problemas sociais. A tese – Factores de apropriação e construção identitária em torno da casa– tem por objectivos o estudo da apropriação do habitat pelos seus utentes e análise da satisfação residencial como processo de construção identitária de “ego” e do grupo doméstico. Elegemos como local de investigação optimumo Bairro da Malagueira em Évora, que foi desenhado por Álvaro Siza Vieira com 1.200 habitações unifamiliares em banda,em 27 ha, com mais de 1/3 de coberto verde e um lago de dimensões consideráveis, casas evolutivas para satisfazer as necessidades de crescimento do agregado familiar. Estas casas –“dúplex” com pátio – nasceram com capacidades “elásticas” de serem adaptadas aos seus habitantes, e daí o nosso interesse em submetê-las à avaliação pela população, dentro do quadro antropológico dos processos de construção identitária.

AB - O Bairro da Malagueira é uma obra de grande alcance arquitectónico, social e político: a construção de um bairro para populações carenciadas nasceu da experiência do Serviço de Apoio Ambulatório Local (SAAL), dois anos após o 25 de Abril. Projecto que tentou confrontar e resolver os problemas de habitação social neste país. A Malagueira foi uma consequência do SAAL, mas ultrapassou-o largamente, criando uma zona residencial multi-social. Por parte da Câmara Municipal de Évora tratava-se de resolver problemas sociais. A tese – Factores de apropriação e construção identitária em torno da casa– tem por objectivos o estudo da apropriação do habitat pelos seus utentes e análise da satisfação residencial como processo de construção identitária de “ego” e do grupo doméstico. Elegemos como local de investigação optimumo Bairro da Malagueira em Évora, que foi desenhado por Álvaro Siza Vieira com 1.200 habitações unifamiliares em banda,em 27 ha, com mais de 1/3 de coberto verde e um lago de dimensões consideráveis, casas evolutivas para satisfazer as necessidades de crescimento do agregado familiar. Estas casas –“dúplex” com pátio – nasceram com capacidades “elásticas” de serem adaptadas aos seus habitantes, e daí o nosso interesse em submetê-las à avaliação pela população, dentro do quadro antropológico dos processos de construção identitária.

KW - Bairro da Malagueira

KW - Évora

KW - Antropologia urbana

KW - Antropologia do Espaço e das Cidades

KW - Bairros Sociais

M3 - Doctoral Thesis

ER -