Estratégias enunciativas e retóricas do jornalismo cultural

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

24 Downloads (Pure)

Abstract

O jornalismo cultural constitui-se como uma área em que os deveres do jornalista e do especialista se confundem (Tubau, 1982; Harries & Wahl-Jorgensen, 2007), caracterizando-se como um espaço de confluência entre repórteres, intelectuais ou mesmo criadores, tornandose por isso distinto de outras formas convencionais de produção jornalística. Também aqui existe uma maior liberdade em relação à linguagem utilizada, permitindose a utilização de recursos mais criativos, estéticos ou coloquiais, dada a ligação afectiva que se estabelece entre o jornalista de cultura e os seus leitores (Golin & Cardoso, 2009: 77). No entanto, o jornalismo cultural é, antes de mais, jornalismo, não prescindindo de um vínculo com a atualidade e, por outro lado, com as convenções associadas ao estilo de escrita jornalística (Lopez & Freire, 2007: 6-8). No âmbito de um projeto mais alargado que tem como objectivo efetuar um retrato profundo da cobertura cultural dos principais jornais portugueses durante a primeira década do século XXI, pretende-se neste trabalho analisar as narrativas que compõem o jornalismo cultural, observando as formas discursivas utilizadas pelos jornalistas em peças jornalísticas que se enquadrem dentro do estilo informativo (notícia, reportagem e entrevista), sobre o tema música, em quatro jornais portugueses, durante o ano de 2010. Este estudo coloca, assim, as seguintes questões: até que ponto é que as regras de escrita jornalística se aplicam ao jornalismo cultural? Será que podemos falar, além de um “jornalês”, de um “culturês”? Para dar uma resposta a estas interrogações, mobilizamos aqui algumas das categorias utilizadas pela análise crítica do discurso, metodologia de carácter qualitativo que presta uma particular atenção à linguagem enquanto prática discursiva – a escolha de palavras (lexicalização), sobretudo ao nível da predicação (atributos) e da pressuposição; e o tipo de linguagem utilizada, particularmente no que diz respeito aos recursos retóricos.
Original languagePortuguese
Title of host publicationComunicação Global, cultura e tecnologia
Subtitle of host publicationLivro de atas. 8.º Congresso Sopcom
EditorsMoisés Lemos Martins, Jorge Veríssimo
Place of PublicationLisboa
PublisherSOPCOM - Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação
Pages704-708
Number of pages5
ISBN (Print) 978-989-20-3877-3
Publication statusPublished - 1 Jan 2014
EventViii Congresso da SOPCOM -
Duration: 1 Jan 2013 → …

Conference

ConferenceViii Congresso da SOPCOM
Period1/01/13 → …

Keywords

  • Jornalismo cultural
  • Jornalismo de música
  • Análise de discurso

Cite this

Torres da Silva, M. (2014). Estratégias enunciativas e retóricas do jornalismo cultural. In M. L. Martins, & J. Veríssimo (Eds.), Comunicação Global, cultura e tecnologia: Livro de atas. 8.º Congresso Sopcom (pp. 704-708). Lisboa: SOPCOM - Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação.