Entre o céu e a areia: turismo, viagens e expedições

Mapeando discursos e práticas sobre a Mauritânia

Research output: ThesisDoctoral Thesis

Abstract

A situação periférica da Mauritânia na cartografia dos interesses imperiais, mas também na cartografia dos circuitos e interesses do turismo contemporâneo, foi o mote para esta dissertação. Nela se procura estruturar uma genealogia das construções discursivas sobre o país, produzidas pelo ocidente, com especial incidência para a forma como o território foi promovido turisticamente. Através de uma aproximação fundamentalmente cronológica, esta genealogia é construída num primeiro momento a partir da análise de narrativas de diversos tipos (mapeamento, conquista, viagens, etc.) que se produziram sobre a Mauritânia desde o século XV até ao século XX. O segundo momento de construção desta genealogia incide sobre a forma como a Mauritânia foi promovida turisticamente no quadro das colónias da África Ocidental Francesa. Aí se explora o seu “estatuto periférico” através da análise de guias e brochuras turísticas, mas também através da forma como o território foi exibido nas exposições coloniais realizadas na metrópole. Num terceiro momento, a ênfase é posta na forma como foi organizado o sector do turismo na Mauritânia pós-colonial, e procura-se aferir da operacionalidade da “nostalgia colonial” associada ao deserto enquanto principal atractivo turístico do país. Finalmente, e a partir de dados etnográficos e da realização de entrevistas recolhidas em Nouakchott, pretende-se reflectir sobre a actual crise no sector turístico mauritano, bem como sobre as reconfigurações sociais concomitantemente operadas por esta crise.
Original languagePortuguese
QualificationDoctor of Philosophy
Awarding Institution
  • Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH)
Supervisors/Advisors
  • Silva, Maria Cardeira da , Supervisor
Award date1 Dec 2014
Publication statusPublished - 2014

Keywords

  • Mauritânia
  • Viagens
  • Turismo
  • Império Colonial francês

Cite this

@phdthesis{7ebd4ece12fe4632826a76bd765f1c20,
title = "Entre o c{\'e}u e a areia: turismo, viagens e expedi{\cc}{\~o}es: Mapeando discursos e pr{\'a}ticas sobre a Maurit{\^a}nia",
abstract = "A situa{\cc}{\~a}o perif{\'e}rica da Maurit{\^a}nia na cartografia dos interesses imperiais, mas tamb{\'e}m na cartografia dos circuitos e interesses do turismo contempor{\^a}neo, foi o mote para esta disserta{\cc}{\~a}o. Nela se procura estruturar uma genealogia das constru{\cc}{\~o}es discursivas sobre o pa{\'i}s, produzidas pelo ocidente, com especial incid{\^e}ncia para a forma como o territ{\'o}rio foi promovido turisticamente. Atrav{\'e}s de uma aproxima{\cc}{\~a}o fundamentalmente cronol{\'o}gica, esta genealogia {\'e} constru{\'i}da num primeiro momento a partir da an{\'a}lise de narrativas de diversos tipos (mapeamento, conquista, viagens, etc.) que se produziram sobre a Maurit{\^a}nia desde o s{\'e}culo XV at{\'e} ao s{\'e}culo XX. O segundo momento de constru{\cc}{\~a}o desta genealogia incide sobre a forma como a Maurit{\^a}nia foi promovida turisticamente no quadro das col{\'o}nias da {\'A}frica Ocidental Francesa. A{\'i} se explora o seu “estatuto perif{\'e}rico” atrav{\'e}s da an{\'a}lise de guias e brochuras tur{\'i}sticas, mas tamb{\'e}m atrav{\'e}s da forma como o territ{\'o}rio foi exibido nas exposi{\cc}{\~o}es coloniais realizadas na metr{\'o}pole. Num terceiro momento, a {\^e}nfase {\'e} posta na forma como foi organizado o sector do turismo na Maurit{\^a}nia p{\'o}s-colonial, e procura-se aferir da operacionalidade da “nostalgia colonial” associada ao deserto enquanto principal atractivo tur{\'i}stico do pa{\'i}s. Finalmente, e a partir de dados etnogr{\'a}ficos e da realiza{\cc}{\~a}o de entrevistas recolhidas em Nouakchott, pretende-se reflectir sobre a actual crise no sector tur{\'i}stico mauritano, bem como sobre as reconfigura{\cc}{\~o}es sociais concomitantemente operadas por esta crise.",
keywords = "Maurit{\^a}nia, Viagens, Turismo, Imp{\'e}rio Colonial franc{\^e}s",
author = "Sousa, {Joana Vaz de}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/135917/PT# OE/SADG/UI4038/2014",
year = "2014",
language = "Portuguese",
school = "Faculdade de Ci{\^e}ncias Sociais e Humanas (FCSH)",

}

Sousa, JVD 2014, 'Entre o céu e a areia: turismo, viagens e expedições: Mapeando discursos e práticas sobre a Mauritânia', Doctor of Philosophy, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH).

TY - THES

T1 - Entre o céu e a areia: turismo, viagens e expedições

T2 - Mapeando discursos e práticas sobre a Mauritânia

AU - Sousa, Joana Vaz de

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/135917/PT# OE/SADG/UI4038/2014

PY - 2014

Y1 - 2014

N2 - A situação periférica da Mauritânia na cartografia dos interesses imperiais, mas também na cartografia dos circuitos e interesses do turismo contemporâneo, foi o mote para esta dissertação. Nela se procura estruturar uma genealogia das construções discursivas sobre o país, produzidas pelo ocidente, com especial incidência para a forma como o território foi promovido turisticamente. Através de uma aproximação fundamentalmente cronológica, esta genealogia é construída num primeiro momento a partir da análise de narrativas de diversos tipos (mapeamento, conquista, viagens, etc.) que se produziram sobre a Mauritânia desde o século XV até ao século XX. O segundo momento de construção desta genealogia incide sobre a forma como a Mauritânia foi promovida turisticamente no quadro das colónias da África Ocidental Francesa. Aí se explora o seu “estatuto periférico” através da análise de guias e brochuras turísticas, mas também através da forma como o território foi exibido nas exposições coloniais realizadas na metrópole. Num terceiro momento, a ênfase é posta na forma como foi organizado o sector do turismo na Mauritânia pós-colonial, e procura-se aferir da operacionalidade da “nostalgia colonial” associada ao deserto enquanto principal atractivo turístico do país. Finalmente, e a partir de dados etnográficos e da realização de entrevistas recolhidas em Nouakchott, pretende-se reflectir sobre a actual crise no sector turístico mauritano, bem como sobre as reconfigurações sociais concomitantemente operadas por esta crise.

AB - A situação periférica da Mauritânia na cartografia dos interesses imperiais, mas também na cartografia dos circuitos e interesses do turismo contemporâneo, foi o mote para esta dissertação. Nela se procura estruturar uma genealogia das construções discursivas sobre o país, produzidas pelo ocidente, com especial incidência para a forma como o território foi promovido turisticamente. Através de uma aproximação fundamentalmente cronológica, esta genealogia é construída num primeiro momento a partir da análise de narrativas de diversos tipos (mapeamento, conquista, viagens, etc.) que se produziram sobre a Mauritânia desde o século XV até ao século XX. O segundo momento de construção desta genealogia incide sobre a forma como a Mauritânia foi promovida turisticamente no quadro das colónias da África Ocidental Francesa. Aí se explora o seu “estatuto periférico” através da análise de guias e brochuras turísticas, mas também através da forma como o território foi exibido nas exposições coloniais realizadas na metrópole. Num terceiro momento, a ênfase é posta na forma como foi organizado o sector do turismo na Mauritânia pós-colonial, e procura-se aferir da operacionalidade da “nostalgia colonial” associada ao deserto enquanto principal atractivo turístico do país. Finalmente, e a partir de dados etnográficos e da realização de entrevistas recolhidas em Nouakchott, pretende-se reflectir sobre a actual crise no sector turístico mauritano, bem como sobre as reconfigurações sociais concomitantemente operadas por esta crise.

KW - Mauritânia

KW - Viagens

KW - Turismo

KW - Império Colonial francês

M3 - Doctoral Thesis

ER -