Emoção e contemplação na criação artística para a infância

Research output: Contribution to conferencePaper

Abstract

Chama-se a atenção para uma realidade que há bem poucos anos era desconhecida ou, pelo menos, ignorada em grande parte da literatura relativa aos estudos artísticos ou ao desenvolvimento psicológico: é desde a primeira infância que o ser humano apresenta um elevado interesse por manifestações de carácter artístico. Explora-se o universo da produção artística para a infância – mais especificamente a direccionada a bebés e seus cuidadores – chamando a atenção para aspectos que, muitas vezes passam despercebidos, mas que podem ser relevantes quer do ponto de vista psicológico, quer do ponto de vista artístico. Reporta-se um conjunto de observações resultantes de reflexões baseadas na longa experiência da Companhia de Música Teatral na concepção e realização de projectos artísticos dirigidos à infância e apresentam-se comportamentos observados num bebé de quatro meses e meio registados durante a apresentação de ZYG, uma peça de música cénica apresentada pela Companhia de Música Teatral em 2016 no Centro cultural de Belém. Estes exemplos pretendem sustentar a definição de conceitos e terminologia relevantes na apreciação de eventos deste género. São um primeiro passo na criação de uma metodologia a seguir em futuros estudos. Preconizando-se potencialidades da criação artística para a infância como contexto de observação naturalista para o estudo do desenvolvimento psicológico na infância (nomeadamente nos aspectos específicos do desenvolvimento musical, da apreciação estética e da interacção social), afigura-se-nos essencial fazer um trabalho de “afinação” terminológica, de modo a que observadores diferentes possam ter idênticas representações conceptuais face a comportamentos identificados no âmbito do estudo da criação artística para a infância.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 2 Oct 2017
EventArtepel'emoção: Fronteiras em ausência. Arte [e Artistas: Criação de/em] Emoção in Consciência - FCSH, Lisbon, Portugal
Duration: 2 Oct 20172 Oct 2017

Conference

ConferenceArtepel'emoção
CountryPortugal
CityLisbon
Period2/10/172/10/17

Keywords

  • arte para a infância
  • Companhia de Música Teatral
  • observação naturalista
  • ZYG

Cite this

@conference{a72d91f7b9b04d8f93705a449a60eb70,
title = "Emo{\cc}{\~a}o e contempla{\cc}{\~a}o na cria{\cc}{\~a}o art{\'i}stica para a inf{\^a}ncia",
abstract = "Chama-se a aten{\cc}{\~a}o para uma realidade que h{\'a} bem poucos anos era desconhecida ou, pelo menos, ignorada em grande parte da literatura relativa aos estudos art{\'i}sticos ou ao desenvolvimento psicol{\'o}gico: {\'e} desde a primeira inf{\^a}ncia que o ser humano apresenta um elevado interesse por manifesta{\cc}{\~o}es de car{\'a}cter art{\'i}stico. Explora-se o universo da produ{\cc}{\~a}o art{\'i}stica para a inf{\^a}ncia – mais especificamente a direccionada a beb{\'e}s e seus cuidadores – chamando a aten{\cc}{\~a}o para aspectos que, muitas vezes passam despercebidos, mas que podem ser relevantes quer do ponto de vista psicol{\'o}gico, quer do ponto de vista art{\'i}stico. Reporta-se um conjunto de observa{\cc}{\~o}es resultantes de reflex{\~o}es baseadas na longa experi{\^e}ncia da Companhia de M{\'u}sica Teatral na concep{\cc}{\~a}o e realiza{\cc}{\~a}o de projectos art{\'i}sticos dirigidos {\`a} inf{\^a}ncia e apresentam-se comportamentos observados num beb{\'e} de quatro meses e meio registados durante a apresenta{\cc}{\~a}o de ZYG, uma pe{\cc}a de m{\'u}sica c{\'e}nica apresentada pela Companhia de M{\'u}sica Teatral em 2016 no Centro cultural de Bel{\'e}m. Estes exemplos pretendem sustentar a defini{\cc}{\~a}o de conceitos e terminologia relevantes na aprecia{\cc}{\~a}o de eventos deste g{\'e}nero. S{\~a}o um primeiro passo na cria{\cc}{\~a}o de uma metodologia a seguir em futuros estudos. Preconizando-se potencialidades da cria{\cc}{\~a}o art{\'i}stica para a inf{\^a}ncia como contexto de observa{\cc}{\~a}o naturalista para o estudo do desenvolvimento psicol{\'o}gico na inf{\^a}ncia (nomeadamente nos aspectos espec{\'i}ficos do desenvolvimento musical, da aprecia{\cc}{\~a}o est{\'e}tica e da interac{\cc}{\~a}o social), afigura-se-nos essencial fazer um trabalho de “afina{\cc}{\~a}o” terminol{\'o}gica, de modo a que observadores diferentes possam ter id{\^e}nticas representa{\cc}{\~o}es conceptuais face a comportamentos identificados no {\^a}mbito do estudo da cria{\cc}{\~a}o art{\'i}stica para a inf{\^a}ncia.",
keywords = "arte para a inf{\^a}ncia, Companhia de M{\'u}sica Teatral, observa{\cc}{\~a}o naturalista, ZYG",
author = "Helena Rodrigues and Silva, {Paulo Maria Ferreira Rodrigues da}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147237/PT# UID/EAT/00693/2013 ; null ; Conference date: 02-10-2017 Through 02-10-2017",
year = "2017",
month = "10",
day = "2",
language = "Portuguese",

}

Rodrigues, H & Silva, PMFRD 2017, 'Emoção e contemplação na criação artística para a infância' Paper presented at Artepel'emoção, Lisbon, Portugal, 2/10/17 - 2/10/17, .

Emoção e contemplação na criação artística para a infância. / Rodrigues, Helena ; Silva, Paulo Maria Ferreira Rodrigues da.

2017. Paper presented at Artepel'emoção, Lisbon, Portugal.

Research output: Contribution to conferencePaper

TY - CONF

T1 - Emoção e contemplação na criação artística para a infância

AU - Rodrigues, Helena

AU - Silva, Paulo Maria Ferreira Rodrigues da

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147237/PT# UID/EAT/00693/2013

PY - 2017/10/2

Y1 - 2017/10/2

N2 - Chama-se a atenção para uma realidade que há bem poucos anos era desconhecida ou, pelo menos, ignorada em grande parte da literatura relativa aos estudos artísticos ou ao desenvolvimento psicológico: é desde a primeira infância que o ser humano apresenta um elevado interesse por manifestações de carácter artístico. Explora-se o universo da produção artística para a infância – mais especificamente a direccionada a bebés e seus cuidadores – chamando a atenção para aspectos que, muitas vezes passam despercebidos, mas que podem ser relevantes quer do ponto de vista psicológico, quer do ponto de vista artístico. Reporta-se um conjunto de observações resultantes de reflexões baseadas na longa experiência da Companhia de Música Teatral na concepção e realização de projectos artísticos dirigidos à infância e apresentam-se comportamentos observados num bebé de quatro meses e meio registados durante a apresentação de ZYG, uma peça de música cénica apresentada pela Companhia de Música Teatral em 2016 no Centro cultural de Belém. Estes exemplos pretendem sustentar a definição de conceitos e terminologia relevantes na apreciação de eventos deste género. São um primeiro passo na criação de uma metodologia a seguir em futuros estudos. Preconizando-se potencialidades da criação artística para a infância como contexto de observação naturalista para o estudo do desenvolvimento psicológico na infância (nomeadamente nos aspectos específicos do desenvolvimento musical, da apreciação estética e da interacção social), afigura-se-nos essencial fazer um trabalho de “afinação” terminológica, de modo a que observadores diferentes possam ter idênticas representações conceptuais face a comportamentos identificados no âmbito do estudo da criação artística para a infância.

AB - Chama-se a atenção para uma realidade que há bem poucos anos era desconhecida ou, pelo menos, ignorada em grande parte da literatura relativa aos estudos artísticos ou ao desenvolvimento psicológico: é desde a primeira infância que o ser humano apresenta um elevado interesse por manifestações de carácter artístico. Explora-se o universo da produção artística para a infância – mais especificamente a direccionada a bebés e seus cuidadores – chamando a atenção para aspectos que, muitas vezes passam despercebidos, mas que podem ser relevantes quer do ponto de vista psicológico, quer do ponto de vista artístico. Reporta-se um conjunto de observações resultantes de reflexões baseadas na longa experiência da Companhia de Música Teatral na concepção e realização de projectos artísticos dirigidos à infância e apresentam-se comportamentos observados num bebé de quatro meses e meio registados durante a apresentação de ZYG, uma peça de música cénica apresentada pela Companhia de Música Teatral em 2016 no Centro cultural de Belém. Estes exemplos pretendem sustentar a definição de conceitos e terminologia relevantes na apreciação de eventos deste género. São um primeiro passo na criação de uma metodologia a seguir em futuros estudos. Preconizando-se potencialidades da criação artística para a infância como contexto de observação naturalista para o estudo do desenvolvimento psicológico na infância (nomeadamente nos aspectos específicos do desenvolvimento musical, da apreciação estética e da interacção social), afigura-se-nos essencial fazer um trabalho de “afinação” terminológica, de modo a que observadores diferentes possam ter idênticas representações conceptuais face a comportamentos identificados no âmbito do estudo da criação artística para a infância.

KW - arte para a infância

KW - Companhia de Música Teatral

KW - observação naturalista

KW - ZYG

M3 - Paper

ER -

Rodrigues H, Silva PMFRD. Emoção e contemplação na criação artística para a infância. 2017. Paper presented at Artepel'emoção, Lisbon, Portugal.