Ecos de projetos concorrentes de exploração colonial na Assembleia Nacional portuguesa (1961-1974)

Translated title of the contribution: Echoes of competing colonial exploitation projects in the Portuguese National Assembly (1961-1974)

Research output: Contribution to journalArticle

7 Downloads (Pure)

Abstract

No artigo faz-se a análise dos debates parlamentares sobre a questão colonial na câmara política portuguesa do tempo do Estado Novo, a Assembleia Nacional, e, mais especificamente, durante os anos da guerra colonial (1961-1974). O tratamento dos conteúdos levantados permite-nos defender e ilustrar a ideia de na Assembleia Nacional, apesar do interdito político imposto pela ditadura relativamente à guerra (a guerra não se discutia), encontrarmos o eco de reivindicações da elite colonial, ali mais fortemente representada desde 1961, e de o figurino das suas reivindicações nos demonstrar não apenas a interdependência entre as burguesias metropolitana e colonial, mas sobretudo aquilo que tinham de concorrencial e que se refletia em diferentes projetos para um futuro neocolonial. No caso, encontramos a defesa da posse da terra, o aumento da produção colonial, a disponibilidade de capitais, a alfabetização das massas e a formação de técnicos como componentes de um novo paradigma de exploração mais favorável às elites coloniais.
Translated title of the contributionEchoes of competing colonial exploitation projects in the Portuguese National Assembly (1961-1974)
Original languagePortuguese
Pages (from-to)111-124
Number of pages14
JournalHistória Unisinos
Volume22
Issue number1
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Colonialismo
  • Portugal
  • guerra colonial (1961-1974)

Fingerprint Dive into the research topics of 'Echoes of competing colonial exploitation projects in the Portuguese National Assembly (1961-1974)'. Together they form a unique fingerprint.

  • Cite this