E. M. de Melo e Castro: O laboratório artístico saltou para a rua em 1974!

Translated title of the contribution: E. M. de Melo e Castro: The artistic laboratory jumped to the street in 1974!

Research output: Contribution to journalArticle

1 Downloads (Pure)

Abstract

Em Dezembro de 1974 Ernesto de Sousa entrevistou, no âmbito de um programa cultural da RTP, Ernesto de Melo e Castro sobre a sua exposição “Concepto Incerto” apresentada na Galeria Buchholz, em Lisboa. Nessa entrevista Melo e Castro referia-se à importância da investigação laboratorial artística que ele considerava tão importante como em ciência, dizendo que, no 25 de Abril, esse laboratório saltou para a rua! Caminhando pelas ruas da cidade de Lisboa Melo e Castro mostrava como a Revolução tinha aberto as portas à manifestação criativa do povo, o que se revelava nas inscrições que apareciam nas paredes e mesmo nos sinais de trânsito. Este é um documentário importante sobre a memória pública da expressão do movimento revolucionário nas ruas em Portugal em 1974.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)8-11
Number of pages4
JournalCadernos de Arte Pública
Volume1
Issue number1
Publication statusPublished - 17 Dec 2019

Keywords

  • Revolução
  • 25 de Abril de 1974
  • Graffiti
  • Poesia Experimental
  • poesia na rua
  • E. M. de Melo e Castro

Fingerprint Dive into the research topics of 'E. M. de Melo e Castro: The artistic laboratory jumped to the street in 1974!'. Together they form a unique fingerprint.

  • Cite this