"... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

5 Downloads (Pure)

Abstract

O Festival RTP da Canção (FRTPC) foi, ao longo de cinquenta anos, uma plataforma fundamental para a criação e divulgação de composições originais no âmbito da denominada “canção ligeira”. Organizado anualmente pela televisão pública – RTP –, este concurso promoveu a actividade de compositores, letristas, intérpretes, orquestradores e maestros. A canção vencedora deste que é o
concurso mais duradouro da televisão portuguesa representa o país no Festival Eurovisão da Canção (FEC), um dos eventos com maiores audiências dentro e fora da Europa. O presente artigo pretende contribuir para a compreensão do papel do FRTPC na mediação de discursos identitários, partindo da análise da canção vencedora na edição de 1989 e representante de Portugal no FEC. Pretende-se analisar de que forma as noções de nacionalidade e europeanidade são forjadas na composição e na performance e de que modo as acepções de local e global são articuladas para divulgação nos contextos nacional e internacional. Esta reflexão resulta da investigação, ainda em curso,
conducente ao grau de Doutor na FCSH-NOVA, Lisboa, financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia
Original languagePortuguese
Title of host publicationActas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos
Place of PublicationLisboa
PublisherTagus Atlanticus Associação Cultural
Pages566-576
Number of pages10
Edition1
ISBN (Print)978-989-99769
Publication statusPublished - 2016
EventIII Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos - Sevilha, Spain
Duration: 10 Mar 201611 Mar 2016

Conference

ConferenceIII Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos
CountrySpain
CitySevilha
Period10/03/1611/03/16

Keywords

  • Festival Eurovisão da Canção
  • Nacionalismo
  • Festival RTP da Canção
  • identidade
  • Música e Televisão

Cite this

Lopes, S. V. (2016). "... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção. In Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos (1 ed., pp. 566-576). Lisboa: Tagus Atlanticus Associação Cultural.
Lopes, Sofia Vieira. / "... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção. Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos. 1. ed. Lisboa : Tagus Atlanticus Associação Cultural, 2016. pp. 566-576
@inproceedings{61af09e43338451da1a61479c2a9305f,
title = "{"}... E ergueram orgulhosas bandeiras...{"}: Portugal e a Europa no Festival RTP da Can{\cc}{\~a}o",
abstract = "O Festival RTP da Can{\cc}{\~a}o (FRTPC) foi, ao longo de cinquenta anos, uma plataforma fundamental para a cria{\cc}{\~a}o e divulga{\cc}{\~a}o de composi{\cc}{\~o}es originais no {\^a}mbito da denominada “can{\cc}{\~a}o ligeira”. Organizado anualmente pela televis{\~a}o p{\'u}blica – RTP –, este concurso promoveu a actividade de compositores, letristas, int{\'e}rpretes, orquestradores e maestros. A can{\cc}{\~a}o vencedora deste que {\'e} oconcurso mais duradouro da televis{\~a}o portuguesa representa o pa{\'i}s no Festival Eurovis{\~a}o da Can{\cc}{\~a}o (FEC), um dos eventos com maiores audi{\^e}ncias dentro e fora da Europa. O presente artigo pretende contribuir para a compreens{\~a}o do papel do FRTPC na media{\cc}{\~a}o de discursos identit{\'a}rios, partindo da an{\'a}lise da can{\cc}{\~a}o vencedora na edi{\cc}{\~a}o de 1989 e representante de Portugal no FEC. Pretende-se analisar de que forma as no{\cc}{\~o}es de nacionalidade e europeanidade s{\~a}o forjadas na composi{\cc}{\~a}o e na performance e de que modo as acep{\cc}{\~o}es de local e global s{\~a}o articuladas para divulga{\cc}{\~a}o nos contextos nacional e internacional. Esta reflex{\~a}o resulta da investiga{\cc}{\~a}o, ainda em curso,conducente ao grau de Doutor na FCSH-NOVA, Lisboa, financiada pela Funda{\cc}{\~a}o para a Ci{\^e}ncia e Tecnologia",
keywords = "Festival Eurovis{\~a}o da Can{\cc}{\~a}o, Nacionalismo, Festival RTP da Can{\cc}{\~a}o, identidade, M{\'u}sica e Televis{\~a}o",
author = "Lopes, {Sofia Vieira}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147236/PT# UID/EAT/00472/2013 SFRH/BD/103718/2014",
year = "2016",
language = "Portuguese",
isbn = "978-989-99769",
pages = "566--576",
booktitle = "Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Music{\'o}logos",
publisher = "Tagus Atlanticus Associa{\cc}{\~a}o Cultural",
edition = "1",

}

Lopes, SV 2016, "... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção. in Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos. 1 edn, Tagus Atlanticus Associação Cultural, Lisboa, pp. 566-576, III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos , Sevilha, Spain, 10/03/16.

"... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção. / Lopes, Sofia Vieira.

Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos. 1. ed. Lisboa : Tagus Atlanticus Associação Cultural, 2016. p. 566-576.

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

TY - GEN

T1 - "... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção

AU - Lopes, Sofia Vieira

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/147236/PT# UID/EAT/00472/2013 SFRH/BD/103718/2014

PY - 2016

Y1 - 2016

N2 - O Festival RTP da Canção (FRTPC) foi, ao longo de cinquenta anos, uma plataforma fundamental para a criação e divulgação de composições originais no âmbito da denominada “canção ligeira”. Organizado anualmente pela televisão pública – RTP –, este concurso promoveu a actividade de compositores, letristas, intérpretes, orquestradores e maestros. A canção vencedora deste que é oconcurso mais duradouro da televisão portuguesa representa o país no Festival Eurovisão da Canção (FEC), um dos eventos com maiores audiências dentro e fora da Europa. O presente artigo pretende contribuir para a compreensão do papel do FRTPC na mediação de discursos identitários, partindo da análise da canção vencedora na edição de 1989 e representante de Portugal no FEC. Pretende-se analisar de que forma as noções de nacionalidade e europeanidade são forjadas na composição e na performance e de que modo as acepções de local e global são articuladas para divulgação nos contextos nacional e internacional. Esta reflexão resulta da investigação, ainda em curso,conducente ao grau de Doutor na FCSH-NOVA, Lisboa, financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia

AB - O Festival RTP da Canção (FRTPC) foi, ao longo de cinquenta anos, uma plataforma fundamental para a criação e divulgação de composições originais no âmbito da denominada “canção ligeira”. Organizado anualmente pela televisão pública – RTP –, este concurso promoveu a actividade de compositores, letristas, intérpretes, orquestradores e maestros. A canção vencedora deste que é oconcurso mais duradouro da televisão portuguesa representa o país no Festival Eurovisão da Canção (FEC), um dos eventos com maiores audiências dentro e fora da Europa. O presente artigo pretende contribuir para a compreensão do papel do FRTPC na mediação de discursos identitários, partindo da análise da canção vencedora na edição de 1989 e representante de Portugal no FEC. Pretende-se analisar de que forma as noções de nacionalidade e europeanidade são forjadas na composição e na performance e de que modo as acepções de local e global são articuladas para divulgação nos contextos nacional e internacional. Esta reflexão resulta da investigação, ainda em curso,conducente ao grau de Doutor na FCSH-NOVA, Lisboa, financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia

KW - Festival Eurovisão da Canção

KW - Nacionalismo

KW - Festival RTP da Canção

KW - identidade

KW - Música e Televisão

M3 - Conference contribution

SN - 978-989-99769

SP - 566

EP - 576

BT - Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos

PB - Tagus Atlanticus Associação Cultural

CY - Lisboa

ER -

Lopes SV. "... E ergueram orgulhosas bandeiras...": Portugal e a Europa no Festival RTP da Canção. In Actas do III Encontro Ibero-Americano de Jovens Musicólogos. 1 ed. Lisboa: Tagus Atlanticus Associação Cultural. 2016. p. 566-576