Do Mal aos Males no Romanceiro da Tradição Oral Moderna Portuguesa

Research output: Contribution to journalArticle

16 Downloads (Pure)

Abstract

Consensual entre os investigadores que se têm dedicado ao estudo do romanceiro é que este género literário possui uma linguagem poética específica. Com efeito, em diversos estudos Diego Catalán defende que a especificidade da linguagem poética, entre muitos outros aspectos, se ancora também em particularidades linguísticas linguísticas. Nesta medida, retomamos um estudo maior sobre o léxico de 1721 versões do romanceiro da tradição oral moderna portuguesa para analisarmos o conceito de Mal veiculado pelas formas linguísticas e para aferirmos o contributo das especificidades linguísticas para o constructo poético do Romanceiro.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)133-150
Number of pages17
JournalAbenámar - Cuadernos de la Fundación Ramón Menéndez Pidal
Volume2
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Romanceiro
  • Linguagem
  • Língua
  • Campo lexical do Mal
  • Conceito de Mal

Cite this