Dirofilariose Canina e Felina, uma Parasitose em Evolucao (I) – Etiologia, Biologia e Epidemiologia

AM Alho, J Meireles , S Belo, L Madeira de Carvalho

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

A Dirofilariose é uma doença cada vez mais preocupante devido à sua elevada prevalência, ritmo alarmante de crescimento, gravidade da patologia e potencial zoonótico. É uma parasitose transmitida por vetores (mosquitos culi‑ cídeos) e capaz de infetar mais de 30 hospedeiros distintos. As espécies de Dirofilaria mais relevantes a nível mundial são Dirofilaria immitis e D. (Nochtiella) repens, devido à sua elevada prevalência, gravidade da patologia e potencial zoonótico. D. immitis é responsável pela dirofilariose cardiopulmonar nos canídeos, felídeos e humanos; já D. repens é responsável pela dirofilariose subcutânea nos canídeos e felídeos e pela forma subcutânea e ocular nos humanos. Na última década tem vindo a observar‑se uma incidência crescente de dirofilariose animal e humana, evidência clara de que esta zoonose se está a tornar um sério problema de Saúde Pública. Casos de dirofilariose passaram a ser reportados em zonas tradicionalmente consideradas livres da doença e casos de origem autóctone foram relatados no centro e norte da Europa, regiões onde até então, apenas tinham sido descritos casos importados. Ao longo deste artigo será efectuada uma revisão sobre a etiologia, biologia e epidemiologia da situação da Dirofilariose canina e felina.
Original languageEnglish
JournalRevista Clínica Anima
Volume2
Issue number20
Publication statusPublished - 2014

Fingerprint Dive into the research topics of 'Dirofilariose Canina e Felina, uma Parasitose em Evolucao (I) – Etiologia, Biologia e Epidemiologia'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this