Direito e avesso: parábase e intervalo na ficção de Guimarães Rosa

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

A partir da leitura cruzada de “A Estória do Homem do Pinguelo”, de Estas Estórias, e de “Cara-de-Bronze”, de Corpo de Baile, o presente ensaio articula a figura do quiasmo com o tema do meio na obra rosiana, considerando a dimensão do dispositivo, e a sua explicitação através da parábase, na teoria da ficção de Guimarães Rosa.
Original languagePortuguese
Title of host publicationInfinitamente Rosa
Subtitle of host publication60 anos de Corpo de Baile e de Grande Sertão: Veredas
EditorsCleusa Rios P. Passos, Yudith Rosenbaum, Sandra Guardini Vasconcelos
Place of PublicationSão Paulo
PublisherHumanitas
Pages43-64
Number of pages21
ISBN (Print)978-85-7732-362-3
Publication statusPublished - 2018

Keywords

  • Guimarães Rosa
  • Dispositivos móveis
  • Teoria do conto
  • Quiasmo
  • Reflexividade

Cite this