Digitalização, desinformação e notícias falsas: uma perspetiva histórica

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

4 Downloads (Pure)

Abstract

Este artigo analisa as condições históricas que motivaram a decadência da esfera pública e promoveram o surgimento da desinformação e das notícias falsas em larga escala no ambiente digital. Procura compreender estes fenómenos ao longo de um percurso de transformações radicais que fragilizaram o jornalismo como instituição social e o desligaram do campo cultural. Resgatar a informação de qualidade e combater a informação distorcida exige voltar a pensar o jornalismo como um trabalho de resistência intelectual suportado por públicos esclarecidos.

This article analyses the historical conditions that eroded the public sphere
and promoted disinformation and fake news on a large scale in the digital context. These phenomena are located across a path of radical transformations that weakened journalism as a social institution and disconnected it from the cultural field. The operation to rescue quality information and to fight distorted information claims to regain the vision of journalism as a work of intellectual resistance supported by enlightened audiences.
Original languagePortuguese
Title of host publicationAs fake news e a nova ordem (des)informativa na era da pós-verdade
EditorsJoão Figueira, Sílvio Santos
Place of PublicationCoimbra
PublisherImprensa da Universidade de Coimbra
Pages47-62
Number of pages16
ISBN (Print)978-989-26-1777-0
DOIs
Publication statusPublished - Sep 2019

Keywords

  • Desinformação
  • Notícias Falsas
  • Esfera Pública
  • Jornalismo
  • Digitalização
  • História dos Media
  • Disinformation
  • Fake News
  • Public Sphere
  • Journalism
  • Digitalization
  • Media History

Cite this

Baptista, C. (2019). Digitalização, desinformação e notícias falsas: uma perspetiva histórica. In J. Figueira, & S. Santos (Eds.), As fake news e a nova ordem (des)informativa na era da pós-verdade (pp. 47-62). Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra. https://doi.org/10.14195/978-989-26-1778-7_4