Depois de Vós. Duke Jaime de Braganza in the Confidence of King Manuel I

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

Ao longo do período de reabilitação e consolidação da Casa de Bragança promovidas por D. Manuel I de Portugal, a partir de 1496 e que durará até ao final do seu reinado, em 1521, assiste-se ao estabelecer e desenvolver de uma privança singular entre D. Jaime (1479-1532), 4º duque de Bragança, e o monarca, seu tio. Compreender o alcance desta relação, acreditamos, é determinante para se perceber parte importante da dinâmica do governo manuelino. Por outro lado, a natureza dos laços estabelecidos em tal privança demonstra como, em última análise, a governação e o processo político adjacente, ou seja, o espaço público, estão organizados não apenas em função do elemento racional, mas também segundo preceitos emocionais, predominantemente inscritos no foro do privado e da teia de solidariedades intrafamiliares.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)35-50
Number of pages16
JournalTiempos Modernos. Revista electrónica de Historia Moderna
Volume32
Issue number1
Publication statusPublished - 2016

Keywords

  • Privança
  • D. Jaime
  • D. Manuel
  • Bragança
  • Governo

Cite this