Democracia intra-partidária, filiados e elites intermédias: o caso do Partido Socialista português

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

5 Citations (Scopus)
15 Downloads (Pure)

Abstract

O artigo procura examinar as atitudes dos filiados e delegados do Partido Socialista português em relação à democracia intra-partidária.
A partir de dois inquéritos conduzidos junto dos diferentes tipos de ativistas, o estudo examina a avaliação em relação a diversos aspetos do funcionamento interno do partido.
Os resultados sugerem que uma parte substancial dos ativistas está satisfeita com a influência que tem na vida interna do partido, embora os filiados apresentem uma visão mais crítica em relação aos delegados. Quanto aos fatores explicativos, a distância ideológica, a ocupação de cargos públicos ou partidários, assim como o nível de participação nas atividades internas apresentam um impacto significativo na perceção da democracia interna.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)160-190
Number of pages31
JournalAnálise Social
Volume50
Issue number214
Publication statusPublished - 2015

Keywords

  • democracia intra-partidária
  • militância partidária
  • filiados
  • elites intermédias
  • Partido Socialista português

Cite this