Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis.

Imagens do pairante

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

A presença de uma “imaginação material” do ar na disposição criadora de algumas figuras artísticas dinamiza modalidades próprias do compor. Na cultura literária, musical e artística do fin de siècle parisiense emergem obras que evocam a flutuação, o “vôo pairante” ou o tempo quase suspenso.
A rede imagética entretecida pela esthétique japonisante, pelo Pré-Rafaelismo, Art Nouveau, Impressionismo, Simbolismo e ainda pela Botânica, entre outras ciências, espelha kaleidoscopicamente anseios artísticos que se cruzam e se buscam. Como um prisma em movimento em direcção à síntese. A interacção de Debussy com tais experiências deixa traços indeléveis na sua música, nos seus ideais estéticos e performativos, bem como na qualidade poética do seu discurso escrito.
Este trabalho centra-se no tópico da flutuação e do estado pairante. Inspira-se, incontornavelmente, em Bachelard de L’air et les songes. Contudo, brota do encontro imediato com as obras pictóricas, musicais e imagens poéticas que aqui se apresentam. A sua interpretação encaminha-se através da escuta e visão daquelas imagens pairantes e dos fios secretos das suas correspondências. Mesmo quando se trata de um “Oriente no Ocidente” vindo de tempos mais longínquos.
A evocação do tempo flutuante é criada por um imaginário do ar valorizado por várias figuras na entourage de Debussy. Por sua vez, a constelação de metáforas ligadas a este tópico nos escritos deste compositor assinala o peso fundador de um dos seus ideiais estéticos mais significativos.
Pretendo mostrar afinidades entre algumas pinturas francesas e japonesas, passagens literárias francófonas e ainda musicais em Duparc, Debussy e Lili Boulanger. Questões:
- Como se concretizam algumas transposições musicais da imagem pairante em Debussy e Lili Boulanger ?
- Quais os ideiais estéticos sugeridos pela constelação de metáforas do flutuar e do vôo, intercaladas no discurso escrito de Debussy?
- A elipse nos Prelúdios de Debussy: flutuações entre a música que passou e a palavra poética por-vir.
Original languagePortuguese
Pages1
Number of pages1
Publication statusPublished - 2013
Event2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação - Ed.&ID, Lisboa, Portugal
Duration: 11 Apr 201318 Jul 2013

Seminar

Seminar2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação
CountryPortugal
CityLisboa
Period11/04/1318/07/13

Fingerprint

air
art

Keywords

  • Debussy
  • Lili Boulanger
  • Maurice Denis
  • Música

Cite this

Toscano, M. (2013). Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis. Imagens do pairante. 1. Abstract from 2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação, Lisboa, Portugal.
Toscano, Manuela. / Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis. Imagens do pairante. Abstract from 2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação, Lisboa, Portugal.1 p.
@conference{8b9b0b17c4754581a370392bf8421c2d,
title = "Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis.: Imagens do pairante",
abstract = "A presen{\cc}a de uma “imagina{\cc}{\~a}o material” do ar na disposi{\cc}{\~a}o criadora de algumas figuras art{\'i}sticas dinamiza modalidades pr{\'o}prias do compor. Na cultura liter{\'a}ria, musical e art{\'i}stica do fin de si{\`e}cle parisiense emergem obras que evocam a flutua{\cc}{\~a}o, o “v{\^o}o pairante” ou o tempo quase suspenso.A rede imag{\'e}tica entretecida pela esth{\'e}tique japonisante, pelo Pr{\'e}-Rafaelismo, Art Nouveau, Impressionismo, Simbolismo e ainda pela Bot{\^a}nica, entre outras ci{\^e}ncias, espelha kaleidoscopicamente anseios art{\'i}sticos que se cruzam e se buscam. Como um prisma em movimento em direc{\cc}{\~a}o {\`a} s{\'i}ntese. A interac{\cc}{\~a}o de Debussy com tais experi{\^e}ncias deixa tra{\cc}os indel{\'e}veis na sua m{\'u}sica, nos seus ideais est{\'e}ticos e performativos, bem como na qualidade po{\'e}tica do seu discurso escrito.Este trabalho centra-se no t{\'o}pico da flutua{\cc}{\~a}o e do estado pairante. Inspira-se, incontornavelmente, em Bachelard de L’air et les songes. Contudo, brota do encontro imediato com as obras pict{\'o}ricas, musicais e imagens po{\'e}ticas que aqui se apresentam. A sua interpreta{\cc}{\~a}o encaminha-se atrav{\'e}s da escuta e vis{\~a}o daquelas imagens pairantes e dos fios secretos das suas correspond{\^e}ncias. Mesmo quando se trata de um “Oriente no Ocidente” vindo de tempos mais long{\'i}nquos.A evoca{\cc}{\~a}o do tempo flutuante {\'e} criada por um imagin{\'a}rio do ar valorizado por v{\'a}rias figuras na entourage de Debussy. Por sua vez, a constela{\cc}{\~a}o de met{\'a}foras ligadas a este t{\'o}pico nos escritos deste compositor assinala o peso fundador de um dos seus ideiais est{\'e}ticos mais significativos.Pretendo mostrar afinidades entre algumas pinturas francesas e japonesas, passagens liter{\'a}rias franc{\'o}fonas e ainda musicais em Duparc, Debussy e Lili Boulanger. Quest{\~o}es:- Como se concretizam algumas transposi{\cc}{\~o}es musicais da imagem pairante em Debussy e Lili Boulanger ?- Quais os ideiais est{\'e}ticos sugeridos pela constela{\cc}{\~a}o de met{\'a}foras do flutuar e do v{\^o}o, intercaladas no discurso escrito de Debussy?- A elipse nos Prel{\'u}dios de Debussy: flutua{\cc}{\~o}es entre a m{\'u}sica que passou e a palavra po{\'e}tica por-vir.",
keywords = "Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis, M{\'u}sica",
author = "Manuela Toscano",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/136075/PT# PEst-OE/EAT/UI0693/2014; null ; Conference date: 11-04-2013 Through 18-07-2013",
year = "2013",
language = "Portuguese",
pages = "1",

}

Toscano, M 2013, 'Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis. Imagens do pairante' 2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação, Lisboa, Portugal, 11/04/13 - 18/07/13, pp. 1.

Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis. Imagens do pairante. / Toscano, Manuela.

2013. 1 Abstract from 2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação, Lisboa, Portugal.

Research output: Contribution to conferenceAbstract

TY - CONF

T1 - Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis.

T2 - Imagens do pairante

AU - Toscano, Manuela

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/136075/PT# PEst-OE/EAT/UI0693/2014

PY - 2013

Y1 - 2013

N2 - A presença de uma “imaginação material” do ar na disposição criadora de algumas figuras artísticas dinamiza modalidades próprias do compor. Na cultura literária, musical e artística do fin de siècle parisiense emergem obras que evocam a flutuação, o “vôo pairante” ou o tempo quase suspenso.A rede imagética entretecida pela esthétique japonisante, pelo Pré-Rafaelismo, Art Nouveau, Impressionismo, Simbolismo e ainda pela Botânica, entre outras ciências, espelha kaleidoscopicamente anseios artísticos que se cruzam e se buscam. Como um prisma em movimento em direcção à síntese. A interacção de Debussy com tais experiências deixa traços indeléveis na sua música, nos seus ideais estéticos e performativos, bem como na qualidade poética do seu discurso escrito.Este trabalho centra-se no tópico da flutuação e do estado pairante. Inspira-se, incontornavelmente, em Bachelard de L’air et les songes. Contudo, brota do encontro imediato com as obras pictóricas, musicais e imagens poéticas que aqui se apresentam. A sua interpretação encaminha-se através da escuta e visão daquelas imagens pairantes e dos fios secretos das suas correspondências. Mesmo quando se trata de um “Oriente no Ocidente” vindo de tempos mais longínquos.A evocação do tempo flutuante é criada por um imaginário do ar valorizado por várias figuras na entourage de Debussy. Por sua vez, a constelação de metáforas ligadas a este tópico nos escritos deste compositor assinala o peso fundador de um dos seus ideiais estéticos mais significativos.Pretendo mostrar afinidades entre algumas pinturas francesas e japonesas, passagens literárias francófonas e ainda musicais em Duparc, Debussy e Lili Boulanger. Questões:- Como se concretizam algumas transposições musicais da imagem pairante em Debussy e Lili Boulanger ?- Quais os ideiais estéticos sugeridos pela constelação de metáforas do flutuar e do vôo, intercaladas no discurso escrito de Debussy?- A elipse nos Prelúdios de Debussy: flutuações entre a música que passou e a palavra poética por-vir.

AB - A presença de uma “imaginação material” do ar na disposição criadora de algumas figuras artísticas dinamiza modalidades próprias do compor. Na cultura literária, musical e artística do fin de siècle parisiense emergem obras que evocam a flutuação, o “vôo pairante” ou o tempo quase suspenso.A rede imagética entretecida pela esthétique japonisante, pelo Pré-Rafaelismo, Art Nouveau, Impressionismo, Simbolismo e ainda pela Botânica, entre outras ciências, espelha kaleidoscopicamente anseios artísticos que se cruzam e se buscam. Como um prisma em movimento em direcção à síntese. A interacção de Debussy com tais experiências deixa traços indeléveis na sua música, nos seus ideais estéticos e performativos, bem como na qualidade poética do seu discurso escrito.Este trabalho centra-se no tópico da flutuação e do estado pairante. Inspira-se, incontornavelmente, em Bachelard de L’air et les songes. Contudo, brota do encontro imediato com as obras pictóricas, musicais e imagens poéticas que aqui se apresentam. A sua interpretação encaminha-se através da escuta e visão daquelas imagens pairantes e dos fios secretos das suas correspondências. Mesmo quando se trata de um “Oriente no Ocidente” vindo de tempos mais longínquos.A evocação do tempo flutuante é criada por um imaginário do ar valorizado por várias figuras na entourage de Debussy. Por sua vez, a constelação de metáforas ligadas a este tópico nos escritos deste compositor assinala o peso fundador de um dos seus ideiais estéticos mais significativos.Pretendo mostrar afinidades entre algumas pinturas francesas e japonesas, passagens literárias francófonas e ainda musicais em Duparc, Debussy e Lili Boulanger. Questões:- Como se concretizam algumas transposições musicais da imagem pairante em Debussy e Lili Boulanger ?- Quais os ideiais estéticos sugeridos pela constelação de metáforas do flutuar e do vôo, intercaladas no discurso escrito de Debussy?- A elipse nos Prelúdios de Debussy: flutuações entre a música que passou e a palavra poética por-vir.

KW - Debussy

KW - Lili Boulanger

KW - Maurice Denis

KW - Música

M3 - Abstract

SP - 1

ER -

Toscano M. Debussy, Lili Boulanger, Maurice Denis. Imagens do pairante. 2013. Abstract from 2º Seminário Música, Teoria Crítica e Comunicação, Lisboa, Portugal.