Da língua dos clássicos aos clássicos na língua: uma leitura do poema ‘Vênus’ de Carlos Drummond de Andrade

Research output: Contribution to journalArticle

Abstract

O presente artigo tem como objetivo analisar a forma como a linguagem e o mito clássico são utilizados no poema ‘Vênus’ de Carlos Drummond de Andrade para explorar diversas facetas do amor. De facto, na obra de Drummond de Andrade, dois dos eixos semânticos utilizados são o do amor e o da cultura clássica, que são apresentados de diversas formas. Nesta composição poética, os dois unem-se e, através do uso das línguas clássicas na criação de neologismos, elabora-se um jogo de palavras que permite ao sujeito poético revelar o que pensa e sente a propósito das diversas faces do amor.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)4-22
Number of pages18
JournalCalíope – Presença Clássica
Volume38
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - 2019

Keywords

  • Drummond de Andrade
  • Vénus
  • Poesia lírica
  • Amor

Cite this