D. Mécia Manor House: emergency excavations from January to April 2000

Maria Clara Baptista Ramos, Rui Carita

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contribution

Abstract

O solar de D. Mécia remonta aos inícios do século XVI e era o último exemplar de arquitetura civil privada que ficou das primeiras décadas do povoamento, já aparecendo representado na planta do Funchal de 1567 com a figuração com que chegou aos nossos dias. Ligado a inúmeras lendas, veio a ficar parcialmente
destruído num incêndio da década de 50 do século XX, degradando-se rapidamente a partir dessa altura. Objeto de reconstrução em 2000, foi alvo de escavações pontuais de emergência por parte do Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal do Funchal. Na área do solar foram exumados alguns azulejos
mudéjares e, para certa surpresa, na capela anexa, foram exumados alguns milhares de fragmentos de faiança portuguesa do século XVII, só explicáveis pela proximidade do convento de São Francisco do Funchal, pois nenhuma família sozinha teria tido hipóteses de partir tanta loiça.
Original languageEnglish
Title of host publicationProceedings of the First International Conference of Portuguese Faience (16th-19th Centuries)
EditorsRosa Varela Gomes, Tânia Manuel Casimiro, Mário Varela Gomes
Place of PublicationLisboa
PublisherInstituto de Arqueologia e Paleociências – UNL
Pages265-270
ISBN (Print)978-84-7956-158-1
Publication statusPublished - 2016
Event1º Congresso Internacional de Faiança Portuguesa - Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa, Portugal
Duration: 22 May 201325 May 2013
http://www.fcsh.unl.pt/media/eventos/1o-congresso-internacional-de-faianca-portuguesa

Conference

Conference1º Congresso Internacional de Faiança Portuguesa
CountryPortugal
CityLisboa
Period22/05/1325/05/13
Internet address

Cite this

Baptista Ramos, M. C., & Carita, R. (2016). D. Mécia Manor House: emergency excavations from January to April 2000. In R. Varela Gomes, T. Manuel Casimiro, & M. Varela Gomes (Eds.), Proceedings of the First International Conference of Portuguese Faience (16th-19th Centuries) (pp. 265-270). Lisboa: Instituto de Arqueologia e Paleociências – UNL.