Crítica e crónica musical de Luís de Freitas Branco na imprensa periódica portuguesa dos anos 1920

Research output: Contribution to conferencePaper

Abstract

Luís de Freitas Branco foi perpetuado através da historiografia da música em Portugal enquanto "o introdutor do modernismo musical em Portugal", ponto de vista introduzido por Fernando Lopes-Graça (Dicionário de Música (Ilustrado), 1962) e que se manteve praticamente inquestionado até aos dias de hoje. À parte a sua actividade criativa como compositor, Luís de Freitas Branco destacou-se, de igual modo, no seu tempo, enquanto pedagogo, conferencista, divulgador, escritor e crítico musical, dimensões de uma carreira multifacetada, em larga medida, por explorar. Enquanto crítico, Freitas Branco manteve uma actividade recorrnte em vários dos periódicos da sua época. Depois daquela que, segundo Ana Telles em Luís de Freitas Branco (Delgado, Telles, Mendes, 2007) foi a sua primeira crítica, ao drama musical Amor de Perdição de João Arroio, publicada a 26 de Março de 1907 no Diário Ilustrado, Freitas Branco marcou uma presença incontestável na imprensa periódica até ao final da sua vida, no ano de 1955. Tendo em conta a vasta actividade jornalística do compositor, a presente comunicação foca-se somente nas críticas e crónicas musicais publicadas por Luís de Freitas Branco na década de 1920, e mais concretamente nos periódicos Diário de Lisboa 81921-1990), e Acção Realista (1924-26). Freitas Branco colaborou activamente no Diário de Lisboa concretamente no período qu nos propomos a analisar, em críticas que nos descrevem públicos, repertórios e músicos da vida lisboeta dos anos 1920. Acção Realista: diário da tarde foi um dos periódicos da Acção Realista Portuguesa (movimento monárquico que surge a partir de divergências dentro do Integralismo Lusitano), revista em que Freitas Branco é essencialmente cronista, revelando-se defensor de ideais neoclássicos e latinistas na música portuguesa. Através da leitura das críticas e crónicas de Freitas Branco, pretende-se uma análise do pensamento que o mesmo reflecte nas suas publicações, onde são visíveis preocupações sociais, educativas e composicionais.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 2016
EventIII Encuentro Iberoamericano de Jóvenes Musicólogos - Sevilha, Spain
Duration: 10 Mar 201611 Mar 2016
http://www.musicologiacriativa.com/

Conference

ConferenceIII Encuentro Iberoamericano de Jóvenes Musicólogos
CountrySpain
CitySevilha
Period10/03/1611/03/16
Internet address

Keywords

  • neoclassicismo
  • nacionalismo
  • Luís de Freitas Branco
  • imprensa periódica
  • vida musical lisboeta

Cite this