Construções em terra crua. Tecnologias, potencialidades e patologias

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

Pretende-se chamar a atenção para as potencialidades das construções em terra crua, apresentando as técnicas mais correntemente utilizadas no território nacional (nomeadamente a taipa, o adobe e o tabique), os principais agentes de deterioração e as patologias mais frequentes a que estão sujeitas. Tecem-se algumas considerações acerca de formas de intervenção para a sua correcta conservação.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)149-155
JournalMUSA - Revista Museus, Arqueologia e Outros Patrimónios
Volume2
Publication statusPublished - 2007

Cite this