Conhecimentos, atitudes e comportamentos face ao VIH numa comunidade migrante: Implicações para a intervenção

Sónia Dias, Margarida Gaspar de Matos, Aldina Gonçalves

Research output: Contribution to journalArticle

1 Downloads (Pure)

Abstract

A situação do VIH/SIDA em Portugal tem vindo a agravar-se nos últimos anos, encontrando-se notificados um total de 18995 casos de infecção de VIH/SIDA
sendo os emigrantes reconhecidos como um grupo particularmente vulnerável a esta problemática de saúde. Esta investigação teve como principal objectivo compreender os conhecimentos, atitudes e práticas de uma comunidade africana face à problemática VIH/SIDA. O estudo foi efectuado em 66 indivíduos com idade superior a 15 anos residentes numa comunidade migrante da área da grande Lisboa. Os dados foram recolhidos através da realização de 8 entrevistas colectivas a indivíduos distribuídos por diferentes grupos segundo o sexo e o grupo etário. Os resultados sugerem a existência de diferenças entre géneros, relativamente aos conhecimentos, atitudes e comportamentos relevantes à prevenção de VIH/SIDA. Os dados apontam no sentido de um aumento do reconhecimento dos factores psicossociais e culturais no comportamento individual e de grupo. Pretende-se com os resultados obtidos contribuir para inferir sobre as interacções entre os factores que intervêm na adopção de comportamentos sexuais relevantes na problemática do VIH, e deste modo contribuir para o estabelecimento de estratégias de intervenção preventivas e para o desenvolvimento de políticas de Promoção de Saúde nestas comunidades.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)89-102
Number of pages14
JournalPsicologia, Saúde e Doenças
Volume3
Issue number1
Publication statusPublished - 2002

Keywords

  • Conhecimentos e comportamentos
  • Prevenção de VIH/SIDA
  • Comunidades africanas

Cite this