CONFLITOS DOS USOS DA ÁGUA- COVA DO VAPOR – ALMADA - PORTUGAL

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

A pesca artesanal e o turismo representam importantes atividades que mantem, do ponto de vista econômico, comunidades litorâneas em diferentes países do mundo tendo como recurso ambiental a água. Historicamente, o uso da água nas áreas litorâneas esteve relacionado à navegação com a instalação de portos e da pesca de modo geral, práticas que fizeram com que comunidades se organizassem em função das formas de apropriação do recurso água. Essas formas veem sendo ampliadas e têm mudado através dos tempos resultantes de outros interesses econômicos, a exemplo do turismo, resultando em conflitos socioambientais pondo em confronto os interesses dos pescadores artesanais e dos turistas ou empreendedores turísticos. É esse contexto de conflitos de uso da água do mar que se traz à discussão nesta comunicação, debatendo como se estabelecem os conflitos de usos da água do mar e como os atores sociais envolvidos participam para a solução dos conflitos. Para tal utilizam-se a pesquisa bibliográfica, entrevistas e a observação direta. Tem-se como referencia a comunidade da Cova do Vapor, situada no município de Almada, Área Metropolitana de Lisboa, Portugal. Nesse contexto trazem-se à discussão algumas reflexões que podem contribuir para o debate da sustentabilidade ambiental das formas de usos das águas litorâneas e do potencial do desenvolvimento de formas de governância.
Original languagePortuguese
Publication statusPublished - 2015
EventXII Congresso Luso-Afro-Brasileiro (CONLAB) /1º Congresso Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa: GT65: Água para Todos: a Governança Participada como Experimentação Coletiva - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - UNL, Lisboa, Portugal
Duration: 1 Feb 20155 Oct 2015

Conference

ConferenceXII Congresso Luso-Afro-Brasileiro (CONLAB) /1º Congresso Internacional de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa
CountryPortugal
CityLisboa
Period1/02/155/10/15

Keywords

  • gestão de águas litorâneas; pesca artesanal; turismo; conflito ambiental

Cite this