Compondo sobre textos em língua portuguesa entre Portugal e o Brasil

vaudevilles, opéra comiques e operetas na obra de Francisco de Sá Noronha (1840-80)

Research output: Contribution to conferenceAbstract

Abstract

De entre os repertórios que mais viajaram entre Portugal e o Brasil ao longo do século XIX, e que alimentaram a programação dos pequenos teatros das capitais bem como de outros espalhados por estados e províncias, contam-se inúmeras adaptações de peças músico-teatrais parisienses, sobretudo vaudevilles, opéra-comiques e operetas. No processo de transferência cultural de que foram alvo, além da tradução dos respetivos textos, essas peças receberam geralmente música nova, da autoria de compositores ativos nos vários centros urbanos, e passaram por diferentes formas de ressemantização. Um caso de estudo interessante é o do violinista e compositor português Francisco de Sá Noronha (1820-1881) que, tendo emigrado muito jovem para o Brasil, esteve, desde 1843, ligado às companhias que João Caetano explorava no Rio de Janeiro e manteve uma colaboração que, embora de forma descontínua, se prolonga até finais da década de 1850. Em Portugal, onde residiu entre 1860 e 1878, desenvolve uma intensa atividade teatral, dirigindo e escrevendo música para peças várias que foram à cena, sobretudo na cidade do Porto. no final da vida, regressou ao Rio e colaborou com Artur Azevedo, fazendo estrear no Teatro Fénix Dramáticas as suas últimas três operetas: A Princesa dos Cajueiros, Os Noivos e O Califa da Rua do Sabão. Partindo de exemplos extraídos de Cosimo ou o Caiador Príncipe, O Anel de Pratas, As Guardas do Rei de Sião ou O Califa da Rua do Sabão, esta comunicação pretende analisar os processos de tradução e adaptação dos textos, as soluções encontradas para os musicar tendo em vista a sua ressemantização. Será dada especial atenção ao caso de Les Deux Pigeons ou Os Dois Pombinhos, uma fábula de La Fontaine que parece ter constituído uma referência no meio musico-teatral carioca e que Noronha utilizou em pelo menos duas das suas operetas, em Portugal e no Brasil.
Original languagePortuguese
Pages27-28
Number of pages2
Publication statusPublished - 2016
EventColóquio "Português: Palavra e Música" - Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal
Duration: 12 Dec 201612 Dec 2016
https://gulbenkian.pt/evento/coloquio-portugues-palavra-e-musica/

Conference

ConferenceColóquio "Português: Palavra e Música"
CountryPortugal
CityLisboa
Period12/12/1612/12/16
Internet address

Keywords

  • peças músico-teatrais parisienses
  • vaudevilles
  • opéra-comiques
  • operetas
  • tradução e adaptação dos textos
  • língua portuguesa
  • Portugal
  • Brasil
  • Século XIX
  • Francisco de Sá Noronha (1820-1881)

Cite this

@conference{e734edaf2eb341e3bcd32e716beb6785,
title = "Compondo sobre textos em l{\'i}ngua portuguesa entre Portugal e o Brasil: vaudevilles, op{\'e}ra comiques e operetas na obra de Francisco de S{\'a} Noronha (1840-80)",
abstract = "De entre os repert{\'o}rios que mais viajaram entre Portugal e o Brasil ao longo do s{\'e}culo XIX, e que alimentaram a programa{\cc}{\~a}o dos pequenos teatros das capitais bem como de outros espalhados por estados e prov{\'i}ncias, contam-se in{\'u}meras adapta{\cc}{\~o}es de pe{\cc}as m{\'u}sico-teatrais parisienses, sobretudo vaudevilles, op{\'e}ra-comiques e operetas. No processo de transfer{\^e}ncia cultural de que foram alvo, al{\'e}m da tradu{\cc}{\~a}o dos respetivos textos, essas pe{\cc}as receberam geralmente m{\'u}sica nova, da autoria de compositores ativos nos v{\'a}rios centros urbanos, e passaram por diferentes formas de ressemantiza{\cc}{\~a}o. Um caso de estudo interessante {\'e} o do violinista e compositor portugu{\^e}s Francisco de S{\'a} Noronha (1820-1881) que, tendo emigrado muito jovem para o Brasil, esteve, desde 1843, ligado {\`a}s companhias que Jo{\~a}o Caetano explorava no Rio de Janeiro e manteve uma colabora{\cc}{\~a}o que, embora de forma descont{\'i}nua, se prolonga at{\'e} finais da d{\'e}cada de 1850. Em Portugal, onde residiu entre 1860 e 1878, desenvolve uma intensa atividade teatral, dirigindo e escrevendo m{\'u}sica para pe{\cc}as v{\'a}rias que foram {\`a} cena, sobretudo na cidade do Porto. no final da vida, regressou ao Rio e colaborou com Artur Azevedo, fazendo estrear no Teatro F{\'e}nix Dram{\'a}ticas as suas {\'u}ltimas tr{\^e}s operetas: A Princesa dos Cajueiros, Os Noivos e O Califa da Rua do Sab{\~a}o. Partindo de exemplos extra{\'i}dos de Cosimo ou o Caiador Pr{\'i}ncipe, O Anel de Pratas, As Guardas do Rei de Si{\~a}o ou O Califa da Rua do Sab{\~a}o, esta comunica{\cc}{\~a}o pretende analisar os processos de tradu{\cc}{\~a}o e adapta{\cc}{\~a}o dos textos, as solu{\cc}{\~o}es encontradas para os musicar tendo em vista a sua ressemantiza{\cc}{\~a}o. Ser{\'a} dada especial aten{\cc}{\~a}o ao caso de Les Deux Pigeons ou Os Dois Pombinhos, uma f{\'a}bula de La Fontaine que parece ter constitu{\'i}do uma refer{\^e}ncia no meio musico-teatral carioca e que Noronha utilizou em pelo menos duas das suas operetas, em Portugal e no Brasil.",
keywords = "pe{\cc}as m{\'u}sico-teatrais parisienses, vaudevilles, op{\'e}ra-comiques, operetas, tradu{\cc}{\~a}o e adapta{\cc}{\~a}o dos textos, l{\'i}ngua portuguesa, Portugal, Brasil, S{\'e}culo XIX, Francisco de S{\'a} Noronha (1820-1881)",
author = "Cymbron, {Luisa Mariana Oliveira Rodrigues}",
note = "info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/136075/PT# PEst-OE/EAT/UI0693/2014; null ; Conference date: 12-12-2016 Through 12-12-2016",
year = "2016",
language = "Portuguese",
pages = "27--28",
url = "https://gulbenkian.pt/evento/coloquio-portugues-palavra-e-musica/",

}

Compondo sobre textos em língua portuguesa entre Portugal e o Brasil : vaudevilles, opéra comiques e operetas na obra de Francisco de Sá Noronha (1840-80). / Cymbron, Luisa Mariana Oliveira Rodrigues.

2016. 27-28 Abstract from Colóquio "Português: Palavra e Música", Lisboa, Portugal.

Research output: Contribution to conferenceAbstract

TY - CONF

T1 - Compondo sobre textos em língua portuguesa entre Portugal e o Brasil

T2 - vaudevilles, opéra comiques e operetas na obra de Francisco de Sá Noronha (1840-80)

AU - Cymbron, Luisa Mariana Oliveira Rodrigues

N1 - info:eu-repo/grantAgreement/FCT/5876/136075/PT# PEst-OE/EAT/UI0693/2014

PY - 2016

Y1 - 2016

N2 - De entre os repertórios que mais viajaram entre Portugal e o Brasil ao longo do século XIX, e que alimentaram a programação dos pequenos teatros das capitais bem como de outros espalhados por estados e províncias, contam-se inúmeras adaptações de peças músico-teatrais parisienses, sobretudo vaudevilles, opéra-comiques e operetas. No processo de transferência cultural de que foram alvo, além da tradução dos respetivos textos, essas peças receberam geralmente música nova, da autoria de compositores ativos nos vários centros urbanos, e passaram por diferentes formas de ressemantização. Um caso de estudo interessante é o do violinista e compositor português Francisco de Sá Noronha (1820-1881) que, tendo emigrado muito jovem para o Brasil, esteve, desde 1843, ligado às companhias que João Caetano explorava no Rio de Janeiro e manteve uma colaboração que, embora de forma descontínua, se prolonga até finais da década de 1850. Em Portugal, onde residiu entre 1860 e 1878, desenvolve uma intensa atividade teatral, dirigindo e escrevendo música para peças várias que foram à cena, sobretudo na cidade do Porto. no final da vida, regressou ao Rio e colaborou com Artur Azevedo, fazendo estrear no Teatro Fénix Dramáticas as suas últimas três operetas: A Princesa dos Cajueiros, Os Noivos e O Califa da Rua do Sabão. Partindo de exemplos extraídos de Cosimo ou o Caiador Príncipe, O Anel de Pratas, As Guardas do Rei de Sião ou O Califa da Rua do Sabão, esta comunicação pretende analisar os processos de tradução e adaptação dos textos, as soluções encontradas para os musicar tendo em vista a sua ressemantização. Será dada especial atenção ao caso de Les Deux Pigeons ou Os Dois Pombinhos, uma fábula de La Fontaine que parece ter constituído uma referência no meio musico-teatral carioca e que Noronha utilizou em pelo menos duas das suas operetas, em Portugal e no Brasil.

AB - De entre os repertórios que mais viajaram entre Portugal e o Brasil ao longo do século XIX, e que alimentaram a programação dos pequenos teatros das capitais bem como de outros espalhados por estados e províncias, contam-se inúmeras adaptações de peças músico-teatrais parisienses, sobretudo vaudevilles, opéra-comiques e operetas. No processo de transferência cultural de que foram alvo, além da tradução dos respetivos textos, essas peças receberam geralmente música nova, da autoria de compositores ativos nos vários centros urbanos, e passaram por diferentes formas de ressemantização. Um caso de estudo interessante é o do violinista e compositor português Francisco de Sá Noronha (1820-1881) que, tendo emigrado muito jovem para o Brasil, esteve, desde 1843, ligado às companhias que João Caetano explorava no Rio de Janeiro e manteve uma colaboração que, embora de forma descontínua, se prolonga até finais da década de 1850. Em Portugal, onde residiu entre 1860 e 1878, desenvolve uma intensa atividade teatral, dirigindo e escrevendo música para peças várias que foram à cena, sobretudo na cidade do Porto. no final da vida, regressou ao Rio e colaborou com Artur Azevedo, fazendo estrear no Teatro Fénix Dramáticas as suas últimas três operetas: A Princesa dos Cajueiros, Os Noivos e O Califa da Rua do Sabão. Partindo de exemplos extraídos de Cosimo ou o Caiador Príncipe, O Anel de Pratas, As Guardas do Rei de Sião ou O Califa da Rua do Sabão, esta comunicação pretende analisar os processos de tradução e adaptação dos textos, as soluções encontradas para os musicar tendo em vista a sua ressemantização. Será dada especial atenção ao caso de Les Deux Pigeons ou Os Dois Pombinhos, uma fábula de La Fontaine que parece ter constituído uma referência no meio musico-teatral carioca e que Noronha utilizou em pelo menos duas das suas operetas, em Portugal e no Brasil.

KW - peças músico-teatrais parisienses

KW - vaudevilles

KW - opéra-comiques

KW - operetas

KW - tradução e adaptação dos textos

KW - língua portuguesa

KW - Portugal

KW - Brasil

KW - Século XIX

KW - Francisco de Sá Noronha (1820-1881)

M3 - Abstract

SP - 27

EP - 28

ER -