Pode um deus dar à luz? Msj nos hinos religiosos do império novo egípcio (c. 1539-1077 a.C.): para uma (re)avaliação da “androginia” da divindade criadora

Translated title of the contribution: Can a god give birth?: Msj in the Religious Hymns of the Egyptian New Kingdom (c. 1539-1077 BC): readdressing the so-called “androgyny” of the Creator deity

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

A divindade criadora egípcia, predominantemente masculina, tem sido interpretada como andrógina com base, entre outros motivos, no facto de esta executar acções-msj, habitualmente projectadas na esfera feminina. O presente artigo pretende auscultar as diferentes atestações de msjenquanto expressão de um acto cosmogónico nos hinos religiosos do Império Novo egípcio (c. 1539-1077 a.C.). Este exercício exploratório estrutura-se em dois eixos fundamentais: por um lado, a constatação de que nem todas as atestações de msjremetem para um acto biológico e/ou reprodutivo; por outro, a compreensão de que a capacidade (pro)criadora da divindade não a coloca forçosamente no espectro da não-binariedade de género. Para tal, atentar-se-á à distribuição dos determinativos nas diferentes grafias do vocábulo, mas também aos contextos fraseológicos em que o mesmo figura, a partir de uma selecção das fontes que constituem este corpus. Pretende-se assim encetar um entendimento mais matizado do vocábulo e, por extensão, questionar a pertinência do epíteto “andrógino” na caracterização do deus criador.
Translated title of the contributionCan a god give birth?: Msj in the Religious Hymns of the Egyptian New Kingdom (c. 1539-1077 BC): readdressing the so-called “androgyny” of the Creator deity
Original languagePortuguese
Article number2
Pages (from-to)61-103
Number of pages44
JournalMare Nostrum
Volume11
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - 2020

Keywords

  • Egipto Antigo
  • Hinos Religiosos
  • Império Novo
  • Criador
  • Androginia
  • Msj

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Can a god give birth? Msj in the Religious Hymns of the Egyptian New Kingdom (c. 1539-1077 BC): readdressing the so-called “androgyny” of the Creator deity'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this