Camponez, C., Ferreira, G. B., & Rodríguez-Díaz, R. (Eds.) (2018). Estudos do Agendamento: Teoria, desenvolvimentos e desafios – 50 anos depois. Covilhã: Editora LabCom, 238 pp

Research output: Contribution to journalBook/Film/Article reviewpeer-review

6 Downloads (Pure)

Abstract

Após meio século de investigações sobre o agendamento, efeméride cujo volume Estudos do Agendamento: Teoria, desenvolvimentos e desafios – 50 anos depois assinala, é inegável que a teoria se encontra, por assim dizer, em um momento crítico. Com o seu pressuposto – a correspondência entre a agenda dos media e a agenda pública – em causa pela popularização das redes sociais digitais, importa assinalar, conforme os organizadores o fazem na introdução ao livro,.Recensão Crítica da obra Estudos do Agendamento: Teoria, desenvolvimentos e desafios – 50 anos depois, editada por Carlos Camponez, Gil Baptista Ferreira & Rodríguez-Díaz, R. (Eds.) (2018).
Original languagePortuguese
Pages (from-to)155-157
Number of pages3
JournalMediapolis – Revista de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público
Issue number14
DOIs
Publication statusPublished - 2022

Cite this