Caminha a tua vida: A autobiografia como acto crítico em “Still/Here” de Bill T. Jones (1994)

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

Abstract

No contexto da obra de dança-teatro Still/Here, de Bill T. Jones (1994), procuramos reflectir sobre a autobiografia como acto crítico com um foco particular no exercício de improvisação “walk your life”, tal como foi executado por Bill T. Jones (1997). Para tal, e como lente de análise, convocamos a noção de “atitude crítica” de Foucault, à qual subjazem as problemáticas da relação com o presente e da construção do sujeito como ser autónomo, operacionalizadas pelo autor na sua reflexão em torno do Iluminismo, no final do século XVIII, e da modernidade, nos dois séculos seguintes. A noção de “atitude crítica” em Foucault surge, primeiro, na sua comunicação “O que é a Crítica?” (Foucault, 2007) e, segundo, no seu ensaio “O que é o Iluminismo?” (Foucault, 1984).1 A referência seminal destes textos de Foucault foi a resposta de Kant ao diálogo lançado ao público pelo periódico alemão Berlinische Monatschrift, em Novembro de 1784, com a pergunta “O que é o iluminismo?”. Através do exercício de improvisação “walk your life”, no contexto da peça de dança-teatro Still/Here, de Bill T. Jones (cf. Jones, 1994) e dos “Workshops da sobrevivência: falar e mover sobre a vida e a morte” que a inspiraram, o coreógrafo e bailarino revela um acto crítico, simultaneamente autobiográfico e incorporado na estética e na ética. Num posicionamento semelhante a “walk your life”, à luz de Kant (1784) e Foucault (2007, 1984), a “permanente reactivação de uma atitude” (Foucault, 1984: 42) crítica no tempo presente e reinvenção de nós mesmo autonomamente é aquilo que procuramos que seja o campo de investigação da Dança e Filosofia, no qual o presente ensaio encontra o seu contexto.
Original languagePortuguese
Title of host publicationOs rostos do si
Subtitle of host publicationAutobiografia, Confissão, Terapia
EditorsFerraro Gianfranco, Marta Faustino, Bartholomew Ryan
Place of PublicationLisboa
PublisherVendaval
Pages291-310
Number of pages20
ISBN (Print)978-972-8984-17-5
Publication statusPublished - 2019

Cite this

Mira, A. (2019). Caminha a tua vida: A autobiografia como acto crítico em “Still/Here” de Bill T. Jones (1994). In F. Gianfranco, M. Faustino, & B. Ryan (Eds.), Os rostos do si: Autobiografia, Confissão, Terapia (pp. 291-310). Lisboa: Vendaval.